História

Dia do Trabalho, por que é feriado em 1º de Maio?

O Dia do Trabalho é comemorado em boa parte do mundo em 1º de Maio, lembrando a luta dos que buscaram melhorias nas relações trabalhistas.

Atualizado em 01/05/2019

O Dia do Trabalho é comemorado todo ano no dia 1º de maio em vários países. Alguns o denominam também de Dia do Trabalhador. Nessa data é decretado feriado no Brasil, além de muitos outros países, a exemplo de Portugal, Argentina e França.

Não se trabalha nesse dia, posto que é voltado para a reflexão sobre as relações trabalhistas. Patrões e empregados têm a oportunidade de pensar numa melhoria da atividade laboral.

É também uma data comemorativa, já que se presta homenagem aos que lutaram por melhores condições de trabalho. Pois foi no enfrentamento de questões delicadas, às vezes sofrendo violência, que se criou um mundo melhor.

Por que o 1º de Maio é o Dia do Trabalho?

Após a Depressão de 1873, que durou três anos, os Estados Unidos tiveram uma veloz expansão industrial. A grande concentração de indústrias estava em Chicago, já que para lá haviam se mudado os emigrantes alemães.

Você sabe o motivo de se comemorar o Dia do Trabalho em 1º de Maio?

Só que, com a crescente mão de obra, vieram os baixos salários e as jornadas exaustivas de trabalho. Começaram então as reivindicações por melhorias nas condições trabalhistas. Queriam igualmente a redução da jornada de trabalho para oito horas diárias.

Os sindicatos então se organizaram e decidiram em convenção estipular uma data para a grande greve geral. E o dia escolhido foi o 1º de maio de 1886, data limite para alcançarem seus objetivos. Estima-se que o número de adeptos à greve possa ter chegado a 500 mil pessoas.

Após a imensa paralisação, as manifestações continuaram, só que no dia 4 de maio, uma tragédia ocorreu. Durante uma passeata, uma bomba explodiu matando e ferindo policiais, o que levou a reação desproporcional.

Quatro pessoas foram mortas, dezenas feridas, além de centenas de prisões efetuadas. Foi a chamada Revolta de Haymarket ou Haymarket Affair, ocasião em que os líderes do movimento foram executados na forca.

A homenagem aos trabalhadores mundo afora

No dia 20 de junho de 1889, decidiu-se em Paris que anualmente haveria uma manifestação por reivindicações trabalhistas. E foi escolhido o dia 1º de Maio, posto que se desejava homenagear a lutas dos trabalhadores de Chicago.

Em 23 de abril de 1919, a França institucionalizou as oito horas de trabalhos. E, oficialmente, o dia 1º de Maio foi considerado feriado nacional, também numa homenagem aos trabalhadores.

Você sabe o motivo de se comemorar o Dia do Trabalho em 1º de Maio?

No Canadá e nos Estados Unidos da América, entretanto, se comemora a data na primeira segunda-feira de setembro. Neste último, o motivo é não lembrar das mortes ocorridas em Chicago.

Mas é no 1º de Maio que se comemora o Dia do Trabalhado em vários países mundo afora. A exemplo da Rússia, Itália, África do Sul, Grécia, Líbano e Espanha.

Mas é também uma ocasião para manifestações na ruas, geralmente para reivindicar contra o governo. Essas passeatas nem sempre terminam de forma pacífica, algumas inclusive levam à prisão de diversos integrantes seus.

O Dia do Trabalho no Brasil

Foi o Presidente Artur Bernardes que, em 1925, instituiu oficialmente o 1º de Maio como o Dia do Trabalho. Getúlio Vargas escolheu o dia 1.° de maio de 1940 para estabelecer o salário-mínimo no país. E um ano depois, no mesmo dia e mês, foi criada a Justiça Trabalhista brasileira.

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que até hoje está vigente, foi publicada em 1.° de maio de 1943. Importa lembrar também o costume de se aumentar o salário-mínimo nessa data.

Lei também sobre o que foi Era Vargas.

Fonte: Calendarr, Wikipédia, Info Escola, Sua Pesquisa, Escola Kids, Estudo Kids, Turminha, Toda Matéria, Terra, Educadores.

Fonte das imagens: Universo NerdDouglas Braga, Daily Journal, Wikipédia.