Física & Química

Combustão, o que é? Tipos, relação com o combustível e entalpia

A combustão se dá quando reagentes interagem e se dá a liberação de energia como calor. Ela pode ser completa ou incompleta.

Atualizado em 17/06/2019

Podemos definir combustão como uma reação química que se dá entre reagentes e que libera energia na forma de calor. Esses reagentes são o combustível e o comburente, já a reação exotérmica é a que libera calor.

Podemos então dizer que qualquer reação das combustões é exotérmica, ainda que precisem de uma fonte de ignição para principiarem. Mas há exceções, como é o caso da combustão espontânea.

Quase todos os combustíveis usados têm origem orgânica, posto que são cadeias de carbono ligadas a átomos de hidrogênio ou oxigênio. Podemos exemplificar com o metano, o etanol, a gasolina e o acetileno.

A combustão e o combustível

É possível conceituar o combustível como a substância oxidável que é responsável pela alimentação da combustão. Podemos exemplificar com o diesel, a gasolina e a lenha.

Saiba o que é combustão, sua relação com o combustível e como ocorre

Já o comburente é a substância que torna as combustões mais intensas, sendo que, quase sempre, o comburente é o gás oxigênio (O2).

Vale ressaltar a importância do combustível ou do comburente, já que as combustões só se dão se eles estão presentes. Por outro lado, se tais reagentes faltam, imediatamente a combustão cessa.

Muitas combustões se dão no nosso dia a dia, embora às vezes mal a percebemos. Isso acontece quando acendemos o fogão para fazer o café pela manhã. Também quando damos partida no carro, o fenômeno se dá naturalmente com a queima de combustível.

Os tipos de combustão

Saiba o que é combustão, sua relação com o combustível e como ocorre

As combustões podem se dar de dois tipos, quais sejam, de forma completa ou incompleta. Na completa há oxigênio suficiente para que se dê todo o consumo do combustível. Seus produtos são o Dióxido de Carbono (CO2), além da água (H2O). Nela há também uma liberação maior de calor.

Já na incompleta não ocorre suficiente quantidade de oxigênio, posto que não se consumirá o combustível em sua totalidade.

Apresenta dois tipos de produtos, quais sejam, o Monóxido de Carbono (CO), assim como a fuligem (C). Ambas as substâncias são extremamente tóxicas e podem causar doenças. Na incompleta há menor liberação de calor.

O que é a entalpia de combustão?

A entalpia (H) das combustões, ou calor de combustão, é a energia liberada quando se queima 1 mol de combustível. Entretanto isso tem que se dar em condições de estado padrão, ou seja, temperatura de 25 °C e Pressão: 1 atm.

Observe que a variação de entalpia (∆H) sempre apresentará valor negativo, posto que a combustão é uma reação exotérmica. Podemos calcular a entalpia de combustão usando a fórmula seguinte: ΔH = Hprodutos – Hreagentes.

Em que consiste a combustão espontânea?

A combustão espontânea é aquela que acontece independentemente de qualquer fonte inflamável externa. Tal fenômeno se dá em certos materiais que podem acumular calor dentro de si.

Com isso as reações químicas se aceleram em considerável velocidade. É então que a temperatura desse material sobe, até que a combustão se dá.

Saiba o que é combustão, sua relação com o combustível e como ocorre

Num misto de evidência e mito, chegou-se a cogitar a possibilidade de se dar a combustão humana espontânea. Só que isso jamais chegou a ser comprovado. O primeiro caso registrado foi uma moça que se incendiou em 1663, só que dúvidas pairaram sobre o caso.

Leia também sobre a Lei de Hess, o que é, história, cálculo e seu fundamento na Termoquímica.

Fonte: Info Escola, Wikipédia, Brasil Escola, Toda Matéria, Escola Kids, Mundo Educação, Cola da Web.

Fonte das imagens: Testo, Info Enem, Revista Galileu, Hypescience.