Filosofia

Tipos de conhecimento – Quais são, definições e importância

Decerto, existem vários tipos de conhecimento, como o conhecimento empírico, o científico, o filosófico e o teológico. Inegavelmente, muitas áreas são responsáveis por produzir conhecimento.

Atualizado em 08/05/2020

Nós seres humanos estamos sempre buscando vários tipos de conhecimento e, consequentemente, acabamos criando. Sabemos que aprendizagem por vir de diversos lugares como livros, filmes, vivências, ou até mesmo da sua avó. Estamos sempre querendo montar algum modelo da realidade, porque necessitamos de respostas.

Contudo, fundamos 3 objetos necessários para essa caminhada: o sujeito, que o ser que conhece, o objeto, o que o sujeito estuda e o resultado dessa relação, a imagem mental. Somos, dentro desse processo, dotados de sentimento, pensamento e comunicação.

Mas, o que seria do conhecimento se não fosse passado adiante? Por isso ouvimos horas de histórias de pessoas mais velhas, ou nos dedicamos vidas aos estudos. Precisamos transmitir ensinamentos por meio da linguagem escrita, falada e não verbal. É assim que sucede na história da humanidade.

O que é conhecimento

Tipos de conhecimento -
Fonte: Super interessante

Vejamos, conhecer é ter noção, ou ideia de alguma coisa. O Conhecimento, contudo, pode envolver descrições, hipóteses, conceitos, teorias, princípios e procedimentos. Estes estão divididos de diversas formas: conhecimento sensorial, intelectual, popular, científico filosófico e teológico.

Inegavelmente, o conhecimento é base para áreas de atuação como a Pedagogia, pois trabalha diretamente com a transmissão de tal. Imagine o mundo sem um professor? Como seria as nossas formas de aprendizado? De fato é meio impossível de visualizar. Ninguém nasce com conhecimento, obtê-lo é fundamental para evoluirmos. Precisos a todos mundo para desempenhar várias funções.

Tipos de conhecimento

Surpreendentemente, conhecimento nunca é demais, este ditado é tão verdadeiro que seguimos ao pé dá letra, tanto que há vários tipos dele.

Conhecimento mítico

Tipos de conhecimento -
Fonte: Software avaliação

Este por muitos anos foi, isto é, ainda é usado pela humanidade. Com a necessidade de explicar acontecimentos não compreendidos usamos o conhecimento mítico. Basicamente este modele é baseado em coisas sobrenaturais e está mais ligado ao sentido.

No entanto, esta categoria é completamente simbólica e imaginária, o misticismo abusa das crenças, seres fantástico, ou histórias mirabolantes que não deixam, afinal, de nos divertir. O mito é de fato um antecedente da ciência e, principalmente, não aceita questionamentos. É um modo impositivo, porém inclui hipóteses, conceitos, teorias, procedimentos e princípios.

Conhecimento teológico

Tipos de conhecimento -
Fonte: Paróquia rainha dos Apostolos

A fé é o principal instrumento para esse tipo de conhecimento. Primeiramente, para introduzir a essa categoria devemos crer que há um Deus, porque é a partir dele receberemos revelações. Dele vem a razão de ser de todas as coisas. O homem e a mulher nasceu e já havia uma verdade.

Esta verdade é tido com um dogma e não deve de forma alguma ser questionada, ou se tornará uma blasfêmia. Normalmente a transmissão desse conhecimento é passado pela bíblia, principal livro é por ele que se investiga e explica as situações.

O Conhecimento empírico

Tipos de conhecimento -
Fonte: Abstracta

Primeiramente, este podemos tê-lo na medida que vivemos. Simples, estamos neste processo empírico desde que nascemos. Se você colocar a mão no fogo, queimará este é o saber da vida. Experimentaremos dele até o fim de nossas vidas. Não o subestime, apesar de não precisar de comprovação este tipo de conhecimento é a base para novas descobertas.

Vale lembrar que alguns também o citam com senso comum. Normalmente passado de forma oral, mas com base na observação. As ações geram reações. É vendo que se aprende.

O Conhecimento Científico

Tipos de conhecimento -
Fonte: Abstracta

Primeiramente, destaca-se por ser completamente racional este tipo de conhecimento, ao contrário do empírico que é espontâneo. Neste precisa-se de investigação e experimentação, não pode simplesmente vir do além. O entendimento lógico de fenômenos, fenômenos, coisas, relações. Tudo, estuda até mesmo os conhecimentos teológicos buscando uma forma lógica.

Portanto, este método é sistemático e deve ser verificado e está sujeito a acertos erros, pode não ser permanente. A descoberta da cura para muitas doenças é um exemplo concreto para ilustrar a importância dos métodos científicos. Usando-os corretamente é possível fazer grandes descobertas a favor da humanidade.

Conhecimento filosófico

Tipos de conhecimento -
Fonte: Grupo escolar

A busca pela verdade é o principal marco desse tipo de conhecimento. A indagação e especulação do real em sua raiz é a maior característica. Entretanto, o que difere do científico é a experimentação. Neste modo não é necessária a experimentação, seu objetivo é questionar os por quês de tudo o que é possível.

Completamente estabelecido no mundo das ideias, o conhecimento filosófico vem contribuindo e muito para o mundo. Sua história teve inicio com o pré-socráticos na Grécia Antiga e até hoje se faz presente em nossas vidas.

 

Por fim, leia também sobre Behaviorismo – 3 filósofos para entender a ciência do comportamento

Fontes: Toda matéria, Diferença, Significados, Infoescola. Estudo Prático, Significados, Abstracta, Comunique 3, Educadores,

Imagem de destaque: Canal do conhecimento