História

Segundo Reinado: o que foi o e o que significou para as províncias

No Segundo Reinado o país foi devidamente pacificado e houve uma grande prosperidade econômica graças ao café que o Brasil exportou.

Atualizado em 30/10/2019

O Segundo Reinado é o período de 23 de julho de 1840 a 15 de novembro de 1889. Nesse tempo o Brasil esteve sob reinado de D. Pedro II (1825-1891).

No período ocorreu paz entre as províncias brasileiras, a abolição gradual da escravidão e a Guerra do Paraguai.

Este período histórico foi encerrado com o Golpe Republicano em 15 de novembro de 1889.

O Segundo Reinado foi um período de paz entre as províncias

Esboço histórico do Segundo Reinado

D. Pedro II se tornou imperador com 15 anos de idade através do chamado Golpe da Maioridade. Foi o meio de acabar com o Governo Regencial, uma vez que nele ocorreram várias rebeliões.

Foram criados também os primeiros partidos políticos no Brasil. No Liberal os membros eram chamados de Luzia. No Conservador, de Saquarema.

Os liberais queriam mais autonomia provincial, mas os conservadores, mais centralização.

D. Pedro II governou no Sistema Parlamentarista, mas criou o Poder Moderador, que atuava ao lado dos outros três Poderes.

Apesar da relativa paz, D. Pedro II enfrentou algumas revoltar, a saber:

  • Revolução Praieira (1848-1850) em Pernambuco,
  • Revolta dos Muckers (1873-1874), no Rio Grande do Sul.
  • Revolta dos Quebra-Quilos (1872-1877), no Nordeste.

Foi um tempo de prosperidade, posto que houve boa produção do café visando exportação. Também vieram imigrantes para substituir os escravos nas lavouras.

Com atuação do Barão de Mauá, foram instaladas as primeiras fábricas no Brasil.

A Abolição da Escravatura foi ocorrendo aos poucos

Se por um lado havia a pressão para libertar os escravos, por outro o Império temia atritos com os fazendeiros.

Então a saída foi promulgar aos poucos leis contra a Escravatura, a saber:

  • Lei Eusébio de Queirós (1850);
  • Lei do Ventre Livre (1871);
  • Lei dos Sexagenários (1887);
  • Lei Áurea (1888).

Os conflitos internacionais durante o Segundo Reinado

Durante o Segundo Reinado o Brasil se envolveu na Guerra do Paraguai, que é considerado o maior conflito da América do Sul.

Também ocorreu a Questão Christie (1863-1865), que levou o Brasil a romper relações diplomáticas com a Inglaterra.

O Segundo Reinado foi um período de paz entre as províncias

Com a Proclamação da República acaba o Segundo Reinado

Aos poucos D. Pedro II foi se indispondo com a base de sustentação do trono.

Perdeu o apoio da Igreja Católica com a Questão Religiosa, que foi a imposição de que as ordens do Papa teriam que ser aprovadas pelo Imperador.

Perdeu o apoio das elites, principalmente rural, com o fim da Escravatura.

Por fim, os militares aderiram aos ideais republicanos porque, apesar de vitoriosos na Guerra do Paraguai, eram negligenciados por D. Pedro II.

Sem que o povo participasse ou consentisse, houve a Proclamação da República pelo Marechal Deodoro da Fonseca em 15 de novembro de 1889.

Você sabia?

O primeiro telefone do país foi instalado em 1876 na residência imperial.

D. Pedro II foi o primeiro fotógrafo brasileiro, já que comprou o aparelho em março de 1840 por 250 mil réis.

D. Pedro II ficou 49 anos no poder, mas morreu apenas dois anos após a Proclamação da República.

Se você curtiu saber sobre o Segundo Reinado, não pode deixar de ler sobre como aconteceu a Abolição da Escravatura no Brasil.

Fonte: Info Escola, Toda Matéria, Stoodi, Historia do Mundo, Sua Pesquisa, Brasil Escola, Mundo Educação.