História

Pablo Escobar, quem foi? Vida, crimes, prisão e morte de El Patrón

Pablo Escobar foi o narcotraficante mais conhecido pelo mundo. O El patrón colecionou riquezas, além de comandar o Cartel de Medellín.

Atualizado em 27/09/2019

Pablo Escobar pode ser enxergado como a pessoa que cometeu inúmeros crimes. Porém, o principal chefe do narcotráfico mundial também foi responsável por distribuir dinheiro aos pobres e por construir casas em um lixão em Medellín, sua cidade natal.

Pablo Emílio Escobar Gaviria era seu nome completo. Assim, o “El patrón“, como era chamado, nasceu na Colômbia no dia primeiro de dezembro de 1949. Foi também em dezembro que ele morreu, mais exatamente no dia 2, no ano de 1993, depois de ser atingido por tiros, também em Medellín.

O narcotraficante foi responsabilizado por inúmeras mortes. Logo, não há registros exatos de quantas pessoas foram mortas a mando de Escobar. Assim, estima-se que 5.500 pessoas foram assinadas. Logo, jornalistas, políticos, policiais e candidatos à presidência se encontram na lista.

Pablo Escobar - Quem foi, crimes e curiosidades
Fonte: XL Semanal

Responsável por comandar o tráfico de cocaína em diversos países, o narcotraficante logo acumulou uma riqueza bilionária. O El patrón chefiava uma organização criminosa, o “Cartel de Medellín”. Assim, a organização era gerida pelo dinheiro vindo do tráfico de drogas.

Escobar também foi marido e pai. Assim, casado com Maria Victoria Henao, em 1976, o narcotraficante teve dois filhos, Juan Pablo e Manuela Escobar. Logo, Escobar vivia com sua família em uma propriedade luxuosa, obtida com o dinheiro do tráfico.

A propriedade chamada de Fazenda Nápoles era cercada por uma fazenda, um zoológico e um povoado. Assim, logo após a morte do El patrón, a família se mudou para a Argentina. Dessa forma, a esposa e os filhos mudaram de nome para que perseguições fossem evitadas.

Pablo Escobar no crime

Vindo de uma infância difícil, Escobar era filho de um agricultor e de uma professora do primário. Assim, encontrou no crime uma forma fácil de conseguir dinheiro. O narcotraficante chegou a estudar Ciências Políticas, porém, por dificuldades financeiras, abandou o curso.

Logo, os atos criminosos iniciaram com o contrabando de cigarros e a venda de bilhetes falsos de loteria. Assim também, há quem diga que os crimes começaram com lápides de cemitério. Pablo Escobar roubava e vendida as lápides.

Pablo Escobar - Quem foi, crimes e curiosidades
Fonte: Blasting News

Pelas ruas de Medillín o narcotraficante furtava carros e aumentava sua lista de crimes. Logo, com 22 anos, o El patrón foi preso por dirigir um automóvel roubado.  Ao mesmo tempo, Pablo Escobar trabalhava como guarda-costas. Porém, o trabalho não era suficiente para alimentar sua ambição.

Assim, em 1970, ao sequestrar um político colombiano e pedir 100 milhões de dólares pelo resgate, Escobar começou a ganhar quantias altas de dinheiro. Ao mesmo tempo, o tráfico de cocaína e a destruição da droga por vários países se intensificava. Logo, o esquema estruturava e fortalecia o Cartel de Medellín.

Pablo Escobar, o El patrón

Escobar reuniu um exército de pessoas que trabalham para ele. Assim, os militares que trabalham para o El patrón eram conhecidos como sicarios. O Cartel de Medellín era responsável por torturar e matar as pessoas que não aceitavam as ordens de Escobar.

Conhecido pela frase “Plata o plomo” – dinheiro ou chumbo – Pablo Escobar utiliza de intimidação e suborno como forma de silenciamento. Logo, jornalistas, autoridades e membros da Justiça colombiana eram persuadidos pelo El patrón.

Posteriormente, como forma de manter maior controle sobre a população, Escobar foi eleito deputado suplente em 1982. Assim também, ele foi responsável pelo financiamento de campanhas políticas, formando o grupo Civismo em Marcha.

Ao mesmo tempo em que Escobar acumulava riquezas vindas do narcotráfico ele também ficou conhecido pela sua figura populista. El patrón construiu casas em periferias de Medellín. Assim também, como forma de intimidar a população a não denunciá-lo, o narcotraficante distribuía dinheiro aos mais pobres.

Pablo Escobar - Quem foi, crimes e curiosidades
Fonte: Infobae

El patrón ainda foi responsável por inúmeros conflitos na política. Logo, em 1989 sofreu ameaça de extradição para os Estados Unidos. Assim, para coagir o então presidente Virgílio Basco, Escobar foi o mandante de bombardeios em cidades da Colômbia.

Como resultado, o Departamento Administrativo da Segurança Pública de Bogotá registrou 70 mortes. Assim também, candidatos à presidência e assassinatos vindos de conflitos entre Pablo Escobar e o Cartel de Cali também entraram na lista.

O fim do narcotraficante

Pablo Escobar - Quem foi, crimes e curiosidades
Notícia sobre a fuga de Pablo Escobar em 1992. Fonte: Infobae

Com a aprovação da nova Constituição Federal na Colômbia, em 1991, Escobar não poderia mais ser extraditado. Logo, o narcotraficante, junto à integrantes do Cartel de Medellín, decidiu se entregar às autoridades. Assim, o acordo foi feito para que Pablo Escobar ficasse em sua própria prisão.

Portanto, Escobar permaneceu na propriedade luxuosa conhecida como “La Catedral” de onde ainda comandava as operações do tráfico de cocaína. Porém, a prisão não segurou o narcotraficante por muito tempo. Logo, em 1992 Pablo Escobar fugiu.

Após um ano da fuga, em 1993, a força policial colombiana encontrou o narcotraficante. Assim, tentando se esconder no telhado de uma casa, o El patrón foi baleado e morto. Logo, o Cartel de Medillín também foi localizado e os integrantes foram mortos após confronto com militares.

Curiosidades sobre o El patrón

  • Pablo Escobar foi representado na dramaturgia inúmeras vezes;
  • Documentários abordando diferentes aspectos sobre a vida de Pablo Escobar foram produzidos após sua morte; The King of Coke (2007); Pablo: Ángel o Demonio (2007) e Pablo Escobar, el terror de Colombia (2008), são exemplos de produções;
  • Atores como Benício del Toro e Javier Bardem interpretaram Pablo Escobar em filmes como Escobar: Paraíso Perdido (2004) e Amando Pablo (2017); 
  • A plataforma de streaming Netflix  foi a responsável por popularizar a história de Pablo Escobar entre as novas gerações com a série Narcos, protagonizada pelo ator brasileiro Wagner Moura;
  • Pablo Escobar nasceu, morreu e foi sepultado, no mês de dezembro. Nascimento (1º de dezembro de 1949); Morte (2 de dezembro de 1993); Sepultamento (3 de dezembro de 1993);
  • Pablo Escobar era sagitariano com ascendente em peixes; O astrólogo colombiano Maurício Puerta fez o mapa astral de Pablo Escobar e assegurou que ele teria uma morte súbita por inevitáveis circunstâncias dos astros;
  • Pablo Escobar era chamado por algumas pessoas de “Robin Hood colombiano”, por ter construído casas em um lixão de Medellín e por levantar bandeiras sociais;
  • O escritor colombiano Alonso Salazar escreveu o livro “Pablo Escobar: ascensão e queda do grande traficante de drogas”; Pablo Escobar foi o responsável por construir 100 campos de futebol em bairros pobres de Antioquia, de acordo com o autor.

Achou interessante? Então confere esse outro texto: Lampião – A história do maior cangaceiro do Brasil

Fontes: Brasil Escola, G1

Fonte imagens: AH Aventuras na História, XL Semanal, Blasting News, Infobae

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.