Geografia

Matéria-prima, o que é? Para que serve, relevância econômica e tipos

Matéria-prima é um produto base usado em processos industriais para um determinado fim, é o que segura a economia de diveros países

Por Anna Julia Steckelberg

-

Já parou para pensar que quando você consome uma mercadoria industrializada, como um lápis, você está usando um produto que foi transformado. Isto é, uma matéria-prima, no caso a madeira, foi utilizada em uma indústria para que pudesse realizar determinada finalidade.

Logo, matéria-prima é qualquer material retirado da natureza ou produzido em meio rural, para ser transformado em mercadoria. Entretanto,  também pode ser usada diretamente pelo consumidor, como os vegetais e frutas.

Precisamos entender que atualmente, as matérias-primas são de extrema importância para a economia global. Basicamente, são elas que garantem a obtenção de tudo que utilizamos em nosso cotidiano. Assim, se o preço delas aumentar, é provável que o produto final fique mais caro.

Relevância econômica

Do ponto de vista econômico, ela é considerada um bem circulante que fará parte da mercadoria quando se tornar um produto acabado. Assim, as empresas, quando adquirem matéria-prima, geram uma despesa.

Com isso, quando utilizam o estoque desse meio natural para fabricação do produto, geram um custo variável, que acarreta uma receita após o produto acabado ser vendido.

Matéria-Prima - conheça as definições e variações
Fonte: A voz da indústria

No mundo todo, há países que não conseguem produzir suas próprias matérias-primas. Por conta, de limitações em seu território. Com isso, eles são obrigados a importar (comprar) de outros lugares. Por isso, é de extrema necessidade que todos possuam meios para produzir suas próprias riquezas naturais.

Podemos concluir que, os países desenvolvidos são os que mais importam tal matéria. Enquanto isso, os subdesenvolvidos exportam, já que não possuem condições para transformar seus meios naturais em produtos voltados para o consumo.

Assim, há países que possuem grande acervo de matéria-prima e mão de obra barata, e não têm um parque industrial capaz de absorver tal produção.

Por outro lado, há países que possuem meios tecnológicos para exportar e industrializar. Logo, esses países desenvolvidos formam as multinacionais ou transnacionais, que estão na frente na comercialização de diversos produtos.

Matéria-Prima - conheça as definições e variações
Fonte: Agência Alagoas

Além disso tudo citado, existem as matérias-primas transformadas. Basicamente, são as utilizadas não em sem estado natural, e sim já industrializadas ou modificadas. Podemos exemplificar, aliás, com o papel que é obtido da celulose (matéria-base), que, por fim, pode ser utilizado na indústria gráfica.

Em suma, o conjunto de atividades produtivas das indústrias transformam as matérias-primas. Que, por sua vez, passam por todos os processos produtivos, onde se transformam em mercadorias que chegam à fase de distribuição final, logo, pode ser chamada de Cadeia de Valor Empresarial.

Tipos de matéria-prima:

Matéria-Prima - conheça as definições e variações
Fonte: InfoEscola

Os tipos de matérias-primas existentes, são determinados conforme suas origens.

  • Vegetal: extraído de plantas. Exemplo do látex, matéria-prima para a fabricação da borracha.
  • Animal: de origem da criação de animais, como a carne, o leite, ou também, o couro como matéria-prima.
  • Mineral: são os materiais extraídos do solo, como exemplo o petróleo que será transformado em gasolina e outros derivados.

Gostou dessa matéria? Então venha conhecer essa: Toyotismo – o que é, origem, características, sistema de produção

Fontes: Dicionário Financeiro, Significados e Escola Kids

Imagem de destaque: Cooperativa Pindorama

Próxima página »