Biografia

Heron de Alexandria, quem foi? História, principais invenções e legado

Heron de Alexandria foi um estudioso e inventor da antiguidade, que teve seu trabalho refletivo em várias áreas das ciências exatas.

Atualizado em 14/09/2020

Heron de Alexandria foi um dos grandes nomes envolvidos com o estudo da engenharia e matemática. Ele viveu entre os anos 10 d.C e 70 d.C, no Egito Romano, lugar dominado pelo Império Romano na época. Heron fez contribuições significativas para o campo das ciências exatas e, acima de tudo, na geometria.

Nessa área, sua obra máxima é a Métrica, que ficou perdida no tempo por séculos, sendo encontrada somente em 1896. A obra é um compêndio na forma de três livros, cheio de fórmulas e regras recolhidas de diferentes fontes por Heron. Nela há, por exemplo, áreas e volumes de figuras planas e sólidas referente à antiga Babilônia.

Sabe-se muito pouco sobre sua vida, muitos de seus escritos e desenhos foram perdidos no tempo. No entanto, com base nos remanescentes, acredita-se que ele tenha lecionado no Mouseion de Alexandria, local onde ficava a prestigiada Biblioteca de Alexandria.

Isso porque, boa parte de suas notas escritas são direcionadas a cursos de matemática, mecânica, física e pneumática. Além do campo das exatas, o trabalho de Heron levou as primeiras pesquisas formais em cibernética, área oficializada apenas no século XX.

Heron e a contribuição nas ciências exatas

O trabalho e estudo de Heron de Alexandria estão presentes na matemática até hoje.

Apesar de seu nome ser muito mais lembrado por causa da Metrica, ele também desenvolveu um método de cálculo interativo para encontrar a raiz quadrada de um número com precisão arbitrária. Atualmente, existe uma versão desse cálculo interativo empregado nos computadores.

Heron de Alexandria, quem foi? Obra e legado
The famous people

Na geometria, sua fórmula é constantemente usada para calcular a área de um triângulo usando somente as medidas laterais, conhecida como Fórmula de Heron. No Livro I da Metrica, Heron lista meios para descobrir a área de diversas figuras planas e aéreas de superfícies sólidas comuns.

No Livro II o autor apresenta formas de calcular volume de vários objetos sólidos, incluindo cinco sólidos platônicos regulares. Além disso, no Livro III, Heron aborda a divisão de figuras planas e sólidas, de acordo com proporções específicas.

Infelizmente, não são apenas fatos sobre sua vida que o tempo consumiu, mas também muito do seu próprio trabalho. Sobraram poucos estudos referentes à mecânica, por exemplo. Contudo, ficou o suficiente para desencadear mudanças na área.

Invenções e legado

Heron de Alexandria colocava seus estudos em prática, o que resultou em invenções revolucionárias, as quais foram aprimoradas no decorrer dos séculos. Dessa forma, foi ele quem deu o primeiro passo para o autômato, que a grosso modo, é um robô operado de forma automática.

Heron e sua máquina movida pelo vento.

Assim sendo, por volta de 2007, um cientista da computação, descobriu que Heron criou a primeira máquina guiada por um programa, assim como acontece com os computadores modernos. Por sorte, os registros chegaram até nós.

Na época, a programação foi incorporada ao “robô” por meio de cordas, enroladas em sequências em volta dos eixos das rodas dianteiras. A máquina, por sua vez, era movida a trigo, conseguia produzir movimentos e até apresentar uma pequena performance.

As criações mais notáveis de Heron de Alexandria

Geek Boston

Dentre as principias invenções de Heron, podemos citar:

  • Roda eólica operada por um órgão, que marcou o primeiro projeto de energia eólica de uma máquina na história.
  • Bomba de força, bastante utilizada na sociedade romana. Hoje, podemos ver o legado dessa invenção nos carros de bombeiros.
  • Fonte autônoma operada através de energia hidrostática, atualmente chamada de Fonte de Heron.
  • Um dispositivo detalhado como algo para controlar o fornecimento de ar ou líquidos, o que, mais tarde, ajudou no desenvolvimento da seringa.
  • Máquina de venda automática, aquelas mesmas nas quais hoje nós colocamos a moeda para o produto selecionado cair da bandeja.

O projeto eolípila – esfera oca que funciona a partir do abastecimento de uma bacia com água para que, assim, o vapor seja produzido -, por exemplo, foi criado com o intuito de gerar movimento.  Posteriormente, passou a ser conhecida também como Máquina de Heron ou Máquina Térmica de Heron.

Apesar disso, Heron de Alexandria não ficou tão conhecido como outros pesquisadores e inventores do seu período histórico. Contudo, seus estudos e obras perpetuaram com os anos e ajudaram a aprimorar vários mecanismos que usamos na sociedade moderna.

Salvo que boa parte dos seu trabalho, inclusive fatos sobre sua vida, foram perdidos, os materiais remanescentes foram de imensa importância e contribuição para a evolução da humanidade em determinados campos do conhecimento.

Que tal ir além de Heron de Alexandria? Confira também quem foi Tibério

Fontes: G1, Britannica e BioMania

Fonte das imagens: Dissolve, The famous people, Interesting Engineering, Math Easy Solution, Geek Boston