Física & Química

Estequiometria de reações – o que é, princípios básicos e como se calcula

Saber os cálculos matemáticos da estequiometria é encontrar de uma maneira rápida o quanto de reagentes e produtos vão em uma reação química.

Atualizado em 18/10/2019
Por Adriano Curado

A estequiometria é a maneira de calcular quanto de reagentes e produtos há em uma reação química.

Os cálculos matemáticos não são complexos, posto que é preciso saber rápido a proporção exata de substâncias que devem ser usadas.

Há diversas formas de se encontrar a solução dos problemas com cálculos estequiométricos, posto que basta seguir algumas etapas.

Os princípios da estequiometria

É nas Leis Ponderais que se baseiam os princípios da estequiometria, que relacionam as massas dos elementos químicos nas reações químicas. Elas incluem Lei de Lavoisier e a Lei de Proust.

Na estequiometria se calcula os reagentes e produtos na reação química

A Lei de Lavoisier é igualmente conhecida como Lei de Conservação das Massas. O princípio básico em que se baseia é bem simples. Em um recipiente lacrado, a soma das massas das substâncias reagentes é igual à soma das massas dos produtos da reação.

Na estequiometria se calcula os reagentes e produtos na reação química

Já a Lei de Proust pode ser chamada de Lei das Proporções Constantes. Segundo ela, uma substância composta é formada por substâncias mais simples, sempre unidas na mesma proporção em massa.

Nessa linha de pensamento, os átomos não são criados ou destruídos quando participam de uma reação química. Isso quer dizer que a quantidade de átomos de um elemento químico é a mesma nos reagentes e nos produtos.

Os cálculos estequiométricos

Há muitas maneiras de se encontrar a solução de incógnitas com cálculos estequiométricos, só que algumas etapas devem ser seguidas.

Na estequiometria se calcula os reagentes e produtos na reação química

Na etapa 1, deve-se escrever a equação química, assim como as substâncias envolvidas. Na etapa 2, é preciso fazer o balanceamento da equação química.

Devem-se aplicar aqui as Leis Ponderais, posto que se quer chegar ao balanceamento. Então, ajustam-se os coeficientes para que, tanto reagentes quanto produtos, tenham a mesma quantia de átomos.

Na etapa 3, ponha os valores das substâncias, orientado pelos dados do problema e sabendo o que se pede. E por fim, na etapa final, ache a relação que há entre os números de moles, massa e volume.

Tudo isso conforme os valores seguintes: 1 MOL = 6,02 x 10²³ moléculas (conforme a Constante de Avogadro) + Massa Molar (gramas) + Volume = 22,4L (CNTP).

Leia também sobre a Tabela Periódica, o que é, função, história, elementos, famílias.

Fonte: Brasil Escola, Toda Matéria, Wikipédia, Khan Academy, Guia do Estudante, Info Escola, Educação.

Fonte das imagens: Youtube, Youtube, YoutubeCurso Enem Gratuito.

Próxima página »