Língua Portuguesa

Complemento nominal – O que é, pra que serve e como usar

Complemento nominal é a palavra que, juntamente com uma preposição, adiciona informação e sentido a tudo aquilo que é nome.

Atualizado em 30/08/2019

O complemento nominal é o termo que completa tudo aquilo que é nome. Primeiramente, para compreender isso é preciso deixar claro que nomes podem ser substantivos, adjetivos e advérbios. Ou seja, o que não é verbo, pois verbos indicam ações.

Substantivos: toda palavra que dá nome a algo. Exemplos: mesa, cachorro, casa, árvore.

Adjetivo: o que dá características ao substantivo. Exemplos: larga, bonito, grande, alta.

Advérbio: circunstância que modifica o verbo ou o adjetivo. Exemplos: em cima, rapidamente, nunca.

Em resumo, o complemento nominal é o alvo de uma declaração expressa por um nome, ele adiciona uma informação. Outro ponto importante é saber que os complementos nominais sempre seguem uma preposição: a, ao, em, na, no, de, da, do… São elas que ligam os complementos aos nomes.

Complemento nominal - O que é, pra que serve e como usar

No segundo quadrinho da tira percebemos duas palavras que necessitam de um complemento nominal: “esperança” e “habilidade”. Se as sentenças terminassem nesses termos, faltaria informação explicando qual é a intenção de Calvin. Sendo assim, “para um tratamento médio adequado” e “para escrever uma mensagem legível” são os respectivos complementos nominais.

Note os exemplos: 

Tenho uma grande admiração por ela.

“Admiração” é um substantivo e está seguido da preposição “por”. Portanto, “ela” é o completa o sentido de “admiração”.

Maria estava atenta à explicação.

“atenta” é um adjetivo e está seguido pela preposição “à”. Portanto, “explicação” é completa o sentido de “atenta”.

O livro está embaixo da cama.

“embaixo” é um advérbio de lugar e está seguido da preposição “da”. Portanto, “cama” é o completa o sentido de “embaixo”.

Assim também, termos como pronomes e numerais podem ser acompanhados de complementos nominais.

Não confunda o complemento nominal

Mas é necessário prestar bastante atenção, porque aqui a intenção é completar o sentido dos nomes e não caracterizá-los. O termo que caracteriza é o adjunto adnominal. Ele também anda sempre com uma preposição, mas carrega um sentido diferente.

Complemento nominal - O que é, pra que serve e como usar

Quando a Mônica diz “livro de mistério”, a expressão “de mistério” qualifica o tipo de história que ela está lendo. Sendo, então, um adjunto adnominal.

Perceba a diferença:

Sempre espero ansiosa pelo Natal –> aqui “pelo Natal” completa o sentido de “ansiosa”, ou seja, é um complemento nominal

Adoro receber presentes de Natal –> aqui “de Natal” diz que tipo de presente é, caracterizando o nome, ou seja, é um adjunto adnominal.

O que você achou dessa explicação? Aposto que agora está bem mais fácil usar o complemento nominal. E que tal conferir mais sobre a língua portuguesa? Dá uma olhada em Metonímia, o que é, como usar e diferenças entre figuras de linguagem  e também

Fonte de imagem: Vitrine do Artesanato, Português, Literatura e Redação

Fontes: Só Português, Toda Matéria, Brasil Escola.