Geografia

Como a globalização derrubou as fronteiras mundiais

A globalização é a expansão do capitalismo que derrubou as fronteiras mundiais e unificou as relações comerciais entre as nações.

Atualizado em 27/12/2019

A globalização é a expansão do capitalismo, com o aprofundamento das relações econômicas, sociais, culturais e políticas entre diversos povos.

Caracteriza-se também pela ausência ou diminuição de barreiras econômicas e imigratórias entre os países. Na atualidade é a expansão que o capitalismo atingiu impactando a economia, a política, a cultura e o espaço geográfico.

Como a globalização derrubou as fronteiras mundiais

A globalização na história

A origem da globalização retroage ao século XV, aliás ocorreu, por assim dizer, durante o período mercantilista. Naquele tempo, algumas nações europeias se lançaram ao mar em busca de novas terras e riquezas.

Com as grandes navegações e o colonialismo, diferentes partes do mundo passaram a estreitar relações. No século XVIII houve aumento na troca de força de trabalho entre os países e continentes, principalmente nas novas colônias.

O homem europeu teve contato com outros continentes, nesse meio tempo estabelecendo relações comerciais e culturais em níveis sem precedentes.

No século XIX, com a eletricidade, ferrovias e navios a vapor, as distâncias encurtaram e os produtos chegaram mais longe. Mas foi depois da Segunda Guerra Mundial que as transformações de ordem política e econômica se intensificaram.

Com o fim da União Soviética, o mundo já não se dividia por uma barreira ideológica. É que os países que pertenciam ao comunismo, em seguida adotaram o capitalismo como forma de governo e política econômica.

Na década de 1970, desenvolveu-se a doutrina do neoliberalismo, que defende liberdade absoluta de mercado e restrita intervenção estatal. Isso impulsionou o processo de globalização econômica, que se espalhou pelo mundo.

Como a globalização derrubou as fronteiras mundiais

Aspectos da globalização

A globalização tem características peculiares, já que requer a integração social, econômica e política das comunidades envolvidas. Ocorre também a união de mercados mundiais, ou seja, das relações comerciais e financeiras.

Há o fortalecimento das relações internacionais, além disso se dá o aumento da produção e do consumo de bens e serviços.

Com a globalização ocorre o avanço tecnológico e dos meios de comunicação, ao passo que a informação se torna instantânea. É intensificado o aumento da concorrência econômica e do nível de competição, surgindo blocos comerciais e caindo fronteiras econômicas.

No Brasil, o neoliberalismo foi implantado apenas a partir do Plano Collor e as privatizações das empresas estatais.

Como a globalização derrubou as fronteiras mundiais

Curiosidades sobre a globalização

A globalização levou à criação de blocos econômicos, cujo objetivo principal é aumentar as relações comerciais entre os membros. Foi assim que nasceu a União Europeia, o Mercosul, o NAFTA, o Pacto Andino e a APEC.

O Neoliberalismo é, na verdade, uma releitura da filosofia do Iluminismo, do século XVIII.

A língua inglesa se tornou essencial no uso da Internet, mas é uma forma de colonização cultural, subvalorizando outros idiomas.

Você gostou de conhecer algo mais sobre a globalização? Leia também interessante artigo sobre a regionalização mundial e sua divisão em primeiro, segundo e terceiro mundos.

Fonte: SignificadosToda Matéria, Info Escola, Brasil Escola, Mundo Educação, Sua Pesquisa.