História

Cabanagem: a história da mais sangrenta revolta brasileira

A Cabanagem foi uma revolta ocorrida na província do Grão-Pará contra o governo central e que resultou num banho de sangue.

Atualizado em 15/04/2019

A Cabanagem foi uma revolta popular que aconteceu entre os anos de 1835 e 1840, na província do Grão-Pará (região norte do Brasil, atual Estado do Pará).

O nome é porque os revoltosos moravam em cabanas, nas margens dos rios. Essas pessoas eram chamadas de cabanos.

Quando aconteceu a Cabanagem?

A população do Grão-Pará era muito pobre, portanto vivia em quase miséria total. Com o tempo, sentindo-se abandonados, os cabanos começaram a se revoltar. Some-se a isso que os comerciantes e fazendeiros locais também estavam descontentes, porque o Governo Regencial havia nomeado, para a província, um presidente que desagradou a todos.

E foi assim que os cabanos, que eram índios e mestiços, se uniram aos comerciantes e fazendeiros para uma revolta. E seu objetivo principal era a conquista da independência da província do Grão-Pará.

Você sabia que a Cabanagem é considerada a mais sangrenta revolta brasileira?

A sangrenta revolta

O levante teve início em 1835 e durou cinco anos. A Cabanagem, como ficou conhecido, gerou uma sangrenta guerra, entre os cabanos e as tropas do governo central. Hoje estima-se que cerca de 30 mil pessoas morreram durante os combates, o que equivale a 30% de toda a população do Grão-Pará.

Os revoltosos ocuparam a cidade de Belém, que era a capital da província, a fim de pôr na presidência o fazendeiro Félix Malcher. Acontece que ele traiu o movimento e fez acordos com o governo regencial.

Revoltados, os cabanos mataram Malcher e colocaram no lugar o lavrador Francisco Pedro Vinagre, depois sucedido por Eduardo Angelim. Mas a falta de projetos enfraqueceu a mobilização. Os revoltosos conseguiram permanecer no poder por apenas 10 meses.

O fim da Cabanagem e a caçada aos revoltosos

O governo central usou desproporcional força para reprimir a revolta. Contando com o apoio de tropas de mercenários europeus, atacou sem piedade os cabanos. Foram deslocados quatro navios para bombardear completamente a cidade de Belém. Houve um verdadeiro massacre.

Após cinco anos de sangrentos combates, o Governo Regencial conseguiu reprimir a revolta em 1840, quando quase todos os cabanos tinham sido presos ou mortos em combates.

Você sabia que a Cabanagem é considerada a mais sangrenta revolta brasileira?

Com o fim da Cabanagem e a vitória do governo, vários revoltosos fugiram e se esconderam na selva. Ocorre que o novo presidente do Grão-Pará, brigadeiro Francisco José de Sousa Soares de Andréa, deslocou tropas no encalço dos cabanos fugitivos.

Estes passaram a ser caçados como animais, e muitos combatentes sentiam orgulho de carregar colares de orelhas dos cabanos.

Não é interessante conhecer a história trágica da Cabanagem? Você gostará de ler também sobre a Ditadura Militar no Brasil.

Fonte: Sua Pesquisa, Toda Matéria, Estudo Prático, Info Escola, Escola Kids.