Língua Portuguesa

Ascendência e descendência – Qual a diferença, como e quando usar?

Os termos ascendência e descendência estão corretos e são utilizados na Língua Portuguesa. Entenda a diferença e quando utilizar cada um.

Atualizado em 21/01/2020

A Língua Portuguesa possui uma série de regras gramaticais que estão sempre nos surpreendendo. Assim, lembrar de todas as normas se torna um pouquinho complicado porque algumas palavras se assemelham muito na forma como se pronunciam e na escrita. Logo, ascendência e descendência são um exemplo.

As duas formas de escrita estão corretas e existem na Língua Portuguesa. Entretanto, são utilizadas em situações diferentes. Pela confusão que fazemos com as palavras é comum ver erros gramaticais em textos, principalmente, em textos informais.

Nesse sentido, por serem palavras homonímias e paronímias, as pessoas não dão muita atenção sobre a diferenciação. Ou seja, substituem, durante o uso, os dois termos. Além disso, os dois termos mencionados fazem parte do léxico, ou seja, do vocabulário utilizado no dia a dia.

Diferença entre ascendência e descendência

Ascendência é um substantivo feminino e refere-se à ligação familiar de um grupo de pessoas. Ou seja, o termo é utilizado para se referir a gerações anteriores de alguém ou de uma família em geral. Dessa forma, a palavra faz referência à origem familiar, como pais, avós e bisavós, ou seja, as gerações anteriores.

Ascendência ou descendência? Aprenda a diferença, como e quando usar
Exemplo de uma árvore genealógica. Fonte: Sempre Família

Por outro lado, o termo descendência está ligado à quem veio depois da pessoa que fala. Ou seja, se refere aos filhos, netos, bisnetos  e etc. Assim, o termo se refere as gerações posteriores.

É importante destacar que o termo ascendência pode ser substituído pelos seguintes sinônimos: prosápia, progênie, origem, estirpe, genealogia, ancestralidade e liderança. Além disso, descendência é a palavra contrária de ascendência.

Exemplos

  • Para o leitor brasileiro, em especial para aquele que tem ascendência italiana, dedico minhas palavras;
  • Ele cometeu uma ascendência;
  • Sou de ascendência russa, porém, os ascendentes de minha esposa são de origem libanesa, embora não haja mais nenhum vivo.

A Língua Portuguesa é cheia de mistérios, não é mesmo? Se gosta de aprender mais sobre o tema, não deixe de conferir o que é Morfologia e Denotação.

Fontes: Mundo Educação, Correio Braziliense, Dicio

Fonte imagem destaque: Unilab

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.