História

Apartheid: saiba o que foi e como dividiu a África do Sul entre negros e brancos

A palavra apartheid significa separação e se refere à política de discriminação racial adotada na África do Sul durante a segunda metade do século XX.

Atualizado em 26/10/2018

A palavra apartheid significa “separação”, “identidade separada”, e se refere à política de discriminação racial adotada na África do Sul durante a segunda metade do século XX.

A partir do século XVII chegaram à região os primeiros grupos de colonizadores holandeses e ingleses. Os europeus então dizimaram boa parte da população nativa e de grupos tribais da África do Sul.

Logo começou a ser adotada uma ideologia racista e nacionalista: apartheid. Tais colonizadores pregavam que eles eram a verdadeira nação, e aqueles que não tinham características étnicas semelhantes foram considerados inferiores.

A ideologia racista do Apartheid

E em 1948 essa ideologia racista foi oficializada. Esse regime foi implantado com um conjunto de medidas e criação de leis de cunho discriminatório. Ficou proibido o casamento entre brancos e negros. Os africanos não podiam usar instalações públicas e viram a criação de bairros só para eles morarem.

Brancos e negros se confrontam

A população negra começou a protestar contra o quadro de segregação racial gerado pelo apartheid. Em 1961 foi criado o CNA (Congresso Nacional Africano), partido que representava a maioria dos discriminados.

Mas a elite branca era muito rica e foi capaz de criar um forte exército para conter quaisquer tentativas de protestos. A extração de diamantes era a maior fonte da fortuna.

Protesto de 16 de agosto de 1962, pela soltura de Mandela

Apesar da repressão, os confrontos se intensificaram. Na década de 1980, grandes empresas se retiraram da África do Sul. A situação política do país piorava cada vez mais.

Em represaria, vários líderes do CNA foram presos, o mais famoso deles se chamava Nelson Mandela. A situação só piorou e por fim se tornou insustentável.

 

Nelson Mandela, o 1º presidente negro

No início da década de 1990, no entanto, o regime do apartheid perdeu fôlego. Algumas regras rígidas de separação racial foram flexibilizadas e outras se extinguiram. Muitos líderes negros foram soltos.

Em 1993 finalmente foram realizadas eleições livres e Mandela foi eleito presidente da África do Sul. Terminava aí um grande período de dominação da elite branca no país.

Você gostou de conhecer mais sobre o apartheid? Então certamente se interessará pelo conflito entre Israel e a Palestina.

Fonte: Brasil Escola, Toda Matéria, Mundo Educação, Tudo Estudo.