Biologia

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos

O sistema endócrino é formado por um conjunto de glândulas responsáveis pela produção de hormônios que atuam em órgãos específicos.

Atualizado em 11/04/2020

Durante a fase de desenvolvimento dos seres humanos o corpo passa por diversas modificações. Dentre elas, a transição da fase infantil para a adulta, o aparecimento de pelos etc. Logo, essas mudanças são possíveis por conta dos órgãos que fazem parte do sistema endócrino.

O sistema endócrino é composto por glândulas espalhadas por todo o corpo. Assim, cada glândula desenvolve uma função específica no processo de desenvolvimento dos seres humanos.

Além disso, as glândulas endócrinas, também chamadas de glândulas hormonais, trabalham junto ao sistema nervoso nas funções e atividades do corpo. Nesse sentido, o que liga um sistema ao outro é um grupo de células nervosas denominadas de hipotálamo.

Como funciona o sistema endócrino?

O sistema endócrino funciona por meio das glândulas que recebem hormônios produzidos pelas órgãos hormonais. Ou seja, as células são responsáveis pela produção e liberação dos hormônios que vão estimular em mudanças específicas.

Os hormônios são produzidos pelas glândulas endócrinas espalhadas por todo o corpo. Nesse sentido, as células produzem os hormônios que são liberados no sangue que circula no corpo todo. Porém, os hormônios atingem apenas células específicas, denominadas de células-alvo.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
O sistema endócrino humano modula vários processos do corpo pela função dos hormônios. Fonte: Esalud

Portanto, as células-alvo são estruturas revestidas por membrana plasmática. Além disso, possuem em sua composição proteínas denominadas de receptores hormonais. Assim, quando os hormônios atingem as células-alvo, os receptores agem de forma a combiná-los com a função da célula específica. Visto isso, os hormônios só liberam o estímulo hormonal quando combinados com a célula-alvo correta.

Glândulas do Sistema Endócrino

As glândulas que integram o sistema endócrino são: hipófise, glândula tireóidea, glândulas paratireoideas, pâncreas, suprarrenais (ou adrenais) e gônadas (testículos e ovários).

Além disso, também fazem parte do sistema endócrino o hipotálamo e o tecido gorduroso. Sendo assim, o hipotálamo – região do encéfalo – funciona como órgão endócrino, sendo responsável pela produção de hormônios que atuam no funcionamento da glândula hipófise.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
O sistema endócrino é um sistema que atua na síntese de hormônios. Fonte: Estudo Prático

Já o tecido gorduroso também funciona como glândula endócrina. Isso porque, junto ao hipotálamo, é responsável pela produção da leptina, hormônio que reduz o apetite.

Visto isso, conheça as principais glândulas que fazem parte do sistema endócrino:

Hipotálamo

O hipotálamo é o órgão responsável pela ligação entre o sistema nervoso e  sistema endócrino. Ou seja, é o órgão que recebe as informações geradas pelos nervos do corpo e de partes encontradas no encéfalo. Por conta disso, é muito importante na ligação com o sistema endócrino, além de filtrar os hormônios da hipófise.

Hipófise

A hipófise é uma das principais glândulas endócrinas. Isso porque, atua na produção do hormônio do crescimento, além de ser responsável pelo controle de outras glândulas, como a da tireoide e as glândulas sexuais. Por conta disso, é considerada a glândula mestre do corpo humano.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
A hipófise é uma pequena glândula situada no centro do cérebro. Fonte: DFV Neuro

É por conta da produção exagerada ou a falta do hormônio do crescimento que distúrbios como o gigantismo ou o nanismo ocorrem. Além da produção desse hormônio, a hipófise também produz o antidiurético (ADH). Ou seja, é por meio do ADH que o corpo consegue economizar água na excreção ou, formação da urina.

Tireoide

A tiroide é o órgão localizado no pescoço, sendo responsável pela produção da tiroxina. Por conta desse hormônio, a velocidade do metabolismo é controlada, além da manutenção do peso e calor do corpo. Além disso, a tiroxina também controla o crescimento e o ritmo do batimento cardíaco.

Quando a tiroxina é produzida em excesso ocorre um distúrbio denominado de hipertireoidismo. Por conta disso, o metabolismo age de maneira acelerada, acarretando no aceleramento do coração, no aumento da temperatura corporal e emagrecimento devido a perda de energia.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
a tireoide é uma glândula em formato de borboleta, localizada no pescoço, fundamental para diversas funções vitais do organismo. Fonte: Cura

Visto isso, o hipertireoidismo pode causar doenças cardíacas, além de vasculares. Assim, caso o problema não seja tratado, é comum que o pescoço inche ou que os olhos sofram modificação, ou seja, bócio e exoftalmia.

Por outro lado, caso a produção de tiroxina seja em quantidade inferior ao esperado, ocorre o que chamamos de hipotireoidismo. Ou seja, diferente do hipertireoidismo, aqui o metabolismo trabalha de maneira mais lenta e o corpo pode inchar em algumas regiões.

Além disso, o coração bate de forma lenta e, consequentemente, o sangue não circula da maneira correta. Por conta disso, é comum que as pessoas engordem e que as respostas físicas e mentais se tornem mais lentas.

Paratireoides

As paratireoides são glândulas responsáveis pela produção do hormônio paratormônio. Ficam localizadas atrás da tireoide e são divididas em quatro glândulas. Visto isso, o hormônio que produzem é responsável pelo controle da quantidade de cálcio e fósforo presente no sangue.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
Paratireoides são quatro pequenas glândulas endócrinas. Fonte: Viva Bem

Assim, quando o paratormônio é produzido em pequena quantidade o cálcio no sangue diminui, provocando a contração violenta dos músculos. À esse disturbo damos o nome de tetania, por ser semelhante aos sintomas do tétano.

Por outro lado, caso haja a produção exagerada do paratormônio, o sangue recebe grande quantidade de cálcio, acarretando no enfraquecimento dos ossos. 

Timo

O timo é uma glândula localizada entre os pulmões. É caracterizada como uma glândula do sistema imunológico, responsável pelo combate à invasores externos. Assim, possui mais propriedade em recém-nascidos, produzindo um hormônio que atua na defesa do organismo. Durante a fase adulta, o timo possui tamanho reduzido porque as funções que desempenha são mínimas.

Suprarrenais

Suprarrenais são glândulas que atuam na produção do hormônio da adrenalina. Além disso, estão localizadas acima dos rins. A adrenalina é o hormônio responsável por preparar o corpo para a ação. Ou seja, quando esse hormônio é lançado o corpo começa a produz alguns efeitos.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
A Adrenalina é importantíssima no organismo humano e serve para manter o tônus das paredes dos vasos sanguíneos. Fonte: Gnosis

Dentre eles, o coração dispara e a produção de sangue nos braços e pernas é intensificado. Por conta disso, o corpo aumenta a capacidade de correr ou saltar em situações de risco. Esse efeito é denominado de taquicardia.

Além disso, a adrenalina aumenta a frequência da respiração, além da taxa de glicose no sangue. Assim, as células recebem uma quantidade maior de energia. Outro efeito causado pela adrenalina é a contração dos vasos sanguíneos na pele.

Pâncreas

O pâncreas é um órgão que faz parte tanto do sistema endócrino quanto do sistema digestivo. Isso porque, produz dois hormônios, a insulina e o glucagon, além do suco pancreático que atua no intestino delgado, importante para a digestão.

A insulina no corpo age controlando a entrada de glicose nas células, além de armazenar a substância no fígado em forma de glicogênio. A glicose nas células atua como forma de liberação de energia.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
O pâncreas libera enzimas digestivas no intestino e secreta os hormônios insulina e glucagon. Fonte: Mercado bom Sucesso

Assim, quando a glicose se concentra em grande quantidade no sangue ocorre o que chamamos de hiperglicemia. Além disso, a falta de insulina no corpo provoca diabetes.

Por outro lado, o glucagon atua na produção de açúcar no sangue, agindo de forma aposta ao hormônio da insulina. Assim, quando o corpo está sem alimento, a taxa de açúcar no sangue diminuiu. Por conta disso, é comum que a pessoa sinta fraqueza, tontura ou, até mesmo, possa desmaiar.

Glândulas sexuais

As glândulas sexuais fazem parte do sistema reprodutor feminino e masculino, ou seja, os ovários e os testículos. Assim, os ovários são responsáveis pela produção dos hormônios estrogênio e progesterona. Enquanto isso, os testículos produzem a testosterona.

Sistema Endócrino, o que é? Definição, características e principais órgãos
Aparelho reprodutor feminino e masculino. Fonte: Estudo Prático

Esses hormônios são advindos do estímulo da glândula hipófise, localizada na parte inferior do cérebro. Os hormônios produzidos pelas glândulas sexuais são responsáveis pelo surgimento das características sexuais de mulheres e homens.

O que achou da matéria? Aproveita que já está aqui e corre pra conferir o que é a Glândula Pineal e qual a função do Olfato.

Fontes: Toda Matéria, Só Biologia, Aula de Anatomia e Stoodi 

Fonte imagem destaque: Mercado bom Sucesso

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.