Geografia

Conheça a Era Arqueozoica, quando surgiram as primeiras formas de vida

Na Era Arqueozoica, entremeio a milhares de vulcões em atividade, chuva de meteoros e sem oxigênio na atmosfera, surgiram as primitivas formas de vida.

Atualizado em 31/01/2019

A Era Arqueozoica (ou Arqueano) é um dos tempos geológicos da Terra, sendo o segundo Período do Pré-cambriano.

Há uma estimativa de que essa era teria iniciado há cerca de 4 bilhões de anos e encerrado a 2,5 bilhões de anos atrás.

Houve o surgimento de formas pouco sofisticadas de vida, a exemplo das bactérias e algas. E os vulcões estavam em atividade incessante, posto que surgiram muitas rochas magmáticas.

Anúncio

Você sabia que na Era Arqueozoica surgiram as primeiras formas de vida?

Características da Era Arqueozoica

A Eras Geológicas são as fases em que a Terra sofreu as modificações que a deixaram com a aparência atual. São cinco as eras estudadas: Arqueozoica, Proterozoica, Paleozoica, Mesozoica e Cenozoica. Elas se referem a um significativo intervalo de tempo fracionado em períodos.

A Era Arqueozoica teve início há aproximadamente 4 bilhões de anos, sendo que nela se formou fisicamente a Terra. Principiou-se então a formação da crosta terrestre, quando sobrevieram os escudos cristalinos e as rochas magmáticas.

Nessa era houve persistentes erupções vulcânicas, grandes alterações na crosta terrestre, assim como a presença de minerais do tipo calcário e grafite. Ocorreu também ativa atividade geológica e a formação dos primeiros continentes. Os solos mais velho da Terra são desse tempo, a exemplo do brasileiro e indiano.

Você sabia que na Era Arqueozoica surgiram as primeiras formas de vida?

Entremeio aos vulcões surgem oceanos e primitivas formas de vida

A crosta era pouco espessa e por conta disso havia uma atividade vulcânica considerável, cujo magma ampliou a área continental. Esses vulcões expeliam gases como metano, amoníaco e dióxido de carbono, formando-se a primitiva atmosfera, onde inexistia oxigênio livre.

De dentro da crosta terrestre também subiam vapor d’água que, ao esfriarem, se acumulavam nos buracos entre os continentes. Nessas primeiras águas aconteceram reações químicas, sendo chamada de “sopa primordial”. Isso porque os compostos químicos ali presentes, em algum momento, se multiplicaram.

Emergem então as primeiras formas de vida, que eram seres unicelulares, parecidos com as atuais algas azuis e bactérias.

Outras particularidades da Era Arqueozoica

O planeta Terra era evidentemente bastante diferente das características atuais, posto que apresentava temperatura altíssima. Além de ser frequente a queda de meteoritos e ocorrer a atividade de milhares de vulcões ao mesmo tempo.

Você sabia que na Era Arqueozoica surgiram as primeiras formas de vida?

Segundo a Teoria da Evolução, foi a Era Arqueozoica que uma descarga elétrica, provavelmente oriunda de um raio, teria feito surgir um aminoácido. Dele vieram as proteínas que, acumuladas, deram origem aos primitivos seres.

A Era Arqueozoica é o tempo mais velho do planeta e quase não há registro de fósseis que comprovem a existência dos microrganismos. Mas na Austrália foram encontrados fósseis em sedimentos que atestam a existência de seres unicelulares, datados de 3,5 bilhões de anos.

Não é interessantíssimo conhecer os primórdios do nosso planeta? Leia igualmente sobre as Rochas Magmáticas vêm do centro da Terra.

Fonte: Toda Matéria, Estudo Prático, Cola da Web, Sua Pesquisa, Guia do Estudante, Icarito, Rrupta, Passei Direto.

Fonte das imagens: Geologia Expert, El País, Raciocínio, Aprendendo Evolução.