História

Crescente fértil: onde o homem deixou de ser nômade, inventou a escrita e a matemática

Crescente fértil, lugar onde o ser humano deixou de ser nômade, desenvolveu a agricultura, inventou a escrita e a matemática.

Atualizado em 24/07/2019

O crescente fértil foi uma importante região, especialmente para o início da sedentarização (deixar de ser nômade e se fixar em algum lugar) de diversos povos. Tem esse nome por se localizar entre os rios Tigre, Eufrates, Jordão e Nilo, que fazem o formato da lua crescente.

Foi nessa região que se fixaram as primeiras populações sedentárias da humanidade.

O berço da civilização é na crescente fértil

O local que chamamos de crescente fértil na antiguidade é atualmente Palestina, Jordânia, Israel, Líbano, Kuwait e Chipre, além de algumas partes do Egito, da Síria, do Irã e da Turquia. Esse é o berço da civilização, pois ali grupos humanos resolveram dominar a terra e desenvolver a agricultura, fatores que possibilitaram que vivessem fixos. O lugar tem uma terra fértil e irrigada pelos rios.

Mas foi preciso compreender o sistema das cheias e depois conseguir armazenar água no tempo de seca, tornando assim contínuo o abastecimento de alimentos. É a Revolução Agrícola. A agricultura estabeleceu as primeiras formas de divisão social do trabalho. Enquanto os homens ficavam responsáveis pela colheita, as mulheres se responsabilizavam  por semear, guardar, preservar e preparar os alimentos. Desenvolviam-se assim os sistemas hierárquicos.

O surgimento da escrita e da matemática

Foi na Mesopotâmia que o ser humano viveu um período de grande desenvolvimento do conhecimento. Era necessário construir canais para levar a água dos rios até reservatórios que garantissem o abastecimento na seca. E para isso foi preciso desenvolver a matemática e calcular, por exemplo, os níveis.

Logo também começaram as trocas comerciais entre os povoamentos e isso requereu um sistema de comunicação eficaz. Surgiu então a escrita cuneiforme (em forma de cunha na argila mole), primeiro sistema de escrita registrado.

Geograficamente é no crescente fértil que nasce a civilização

Recapitulando, no crescente fértil foi que o homem deixou de ser nômade. Ali surgiu o primeiro sistema de escrita e também os rudimentares cálculos matemáticos. Desenvolveu-se pioneiramente a agricultura e o comércio. Por tudo isso é que se considera que no crescente fértil nasceu a civilização humana, ou seja, pessoas vivendo em sociedade e de forma fixa, não sedentária.

A região permitiu que tanto desenvolvimento ocorresse por conta da sua localização estratégica: havia ali solo fértil, com fauna e flora diversa e com irrigação constante. O ser humano então passou a utilizar técnicas e ferramentas para tornar a vida fixa possível.

Gostou de conhecer sobre o crescente fértil e o início da civilização? Então com certeza você gostará de ler sobre os persas, que de simples lavradores passaram a donos do mundo.

Fonte: Info Escola, Toda Matéria, Sua Pesquisa.