História

Revolta de Vila Rica, o que foi, quem participou e suas consequências

A Revolta de Vila rica foi um movimento contra os desmandos de Portugal, que impunha à região de Minas Geral pesada tributação e forte monopólio.

Atualizado em 14/03/2019
Por Adriano Curado

A Revolta de Vila Rica ou Revolta Felipe dos Santos foi um levante nativista que se deu no ano de 1720. Eclodiu em Minas Gerais em pleno Ciclo do Ouro e queria diversas mudanças na forma de colonização.

O movimento refletiu a insatisfação popular com a forte tributação e os monopólios portugueses. Os rebeldes cercaram o Palácio do Governador e impuseram suas reivindicações.

Agindo com astúcia e covardia, o Governador concordou com tudo que lhe foi apresentado. Só que posteriormente traiu os revoltosos e destruiu o movimento.

Saiba o que foi a Revolta de Vila Rica e quem dela participou

 

Contexto histórico

Intensa era a produção de ouro em Minas Gerais, no transcorrer do século XVIII. Em decorrência disso, Portugal decidiu elevar a taxa de impostos sobre a região.

Com a instituição do quinto, a Coroa ficava com 20% de todo o ouro extraído, que já era cobrado na casa de fundição. Para evitar o contrabando e a sonegação, ficou proibida a circulação de ouro em pó ou em pedra.

Se alguém desrespeitasse as normas e fosse apanhado, era degredado para a África e não mais retornava. Por isso surgiu uma inquietação na região mineira, posto que o povo era contra esse rigor. Não havia nenhuma simpatia pelo colonizador português e sua forma de governar o Brasil.

Saiba o que foi a Revolta de Vila Rica e quem dela participou

Os ideais do líder do momento

Quem decidiu se levantar contra os desmandos foi Felipe dos Santos Freire, de quem pouco se sabe atualmente. Ele era um grande orador e assim começou a atrair pequena multidão aos seus comícios revolucionários.

Conseguindo insuflar o povo contra o Governador, uma pequena multidão se concentrou em frente ao palácio. Eles entregaram uma série de reivindicações, entre elas a redução de tributos e custas processuais. Queriam também o fim do monopólio português sobre gado, sal, fumo e aguardente.

Um governador muito esperto

A revolta se estendeu por um mês, ocasião em que Vila Rica ficou em mãos dos sublevados. Ao levarem ao Conde de Assumar, então Governador, suas reivindicações, ouviram sua concordância.

Os revoltosos então aclamam a vitória, depõem as armas e voltam para suas casas. Mas nesse instante são traídos pelo conde, que manda queimar suas residências e prender todos.

O líder do movimento, Felipe dos Santos Freire, é julgado, condenado e executado na forca. O fogo se alastrou por Vila Rica e quarteirões inteiros foram destruídos pelas chamas.

Saiba o que foi a Revolta de Vila Rica e quem dela participou

As consequências da Revolta de Vila Rica

Com o fim da Revolta de Vila Rica, Portugal intensificou a fiscalização na região das lavras. Dragões foram enviados para evitar a sonegação fiscal e o contrabando de ouro. Outra consequência foi a criação da Capitania de Minas Gerais, que se emancipou de São Paulo.

Só que diversas outras revoltas ocorreram contra a dominação de Portugal, como a de Monte Carlos, em 1736.

Embora os ideais da Revolta de Vila Rica não tenham sido alcançados, foram precursores da Inconfidência Mineira.

Achou interessante conhecer a Revolta de Vila Rica? Pois então vai gostar de ler sobre o que foi Inconfidência Mineira e qual era seu objetivo.

Fonte: Sua Pesquisa, História do Brasil, Sua Pesquisa, Toda Matéria, Wikipédia, Todo Estudo, Info Escola, História, Só História, Escola e Educação.

Fonte das imagens: Wikipédia, Balsemão, Youtube, Berimbau.

Próxima página »