História

Punhal com lâmina do espaço é encontrada em tumba de Tutancâmon

Atualizado em 23/02/2017

Tutancâmon foi um jovem faraó, iniciou seu reinado aos 10 anos e morreu aos 18, vitima de uma infecção em sua perna. Sem dúvidas a mascara de Tutancâmon é um dos artefatos da antiguidade mais famosos do mundo.

O que não se sabia até o momento, é que o jovem faraó era proprietário de um punhal com uma lamina espacial feito com ferro meteórico.

Pesquisadores usaram um novo método para identificar a composição do punhal sem danifica-la. O ferro na lâmina tinha grandes porcentagens de níquel, e traços de cobalto, fósforo e outros materiais que sugerem uma origem extraterrestre dos seus ingredientes. A composição exata foi comparada com um meteorito próximo específico.

The Egyptian Museum of Cairo

Daniela Comelli, uma das pesquisadoras, explicou:

Apenas um [meteorito], chamado Kharga, continha níquel e cobalto consistentes com a composição da lâmina.

O fragmento do meteorito foi encontrado em 2000 em um planalto de calcário em Mersa Matruh, um porto há 240 km de Alexandria.

Objetos feitos com metais de meteoritos tinham muito valor, pois estavam ligados a toda mitologia daquele povo. Além do punhal, um colar de escaravelho que também foi encontrado na tumba, era feito de um vidro de sílica, vinda do impacto de um rocha espacial com as areias do deserto da Líbia.

 

Fonte: Gizmodo.
Imagem: AP Photo/Amr Nabil