Geografia

Pré-sal – O que é, descoberta, localização e importância para o Brasil

O pré-sal é uma reserva de petróleo e gás natural encontrada no Brasil, em 2006, nas regiões litorâneas de Santa Catarina e Espírito Santo.

Atualizado em 13/10/2020

O pré-sal é caracterizado como uma região formada por uma camada de rochas carbonáticas. Ou seja, um reservatório de petróleo que, no Brasil, foi encontrado em 2006. Além do petróleo, a reserva também é responsável por possuir grandes quantidades de gás natural, importantes para os processos econômicos brasileiros.

A reserva petrolífera se encontra debaixo de uma intensa camada de sal e, por conta disso, a exploração e extração do petróleo demandam o uso de tecnologias avançadas. A área em que se encontra o pré-sal possui 800 quilômetros e engloba os estados de Espírito Santo e Santa Catarina.

Além dos estados brasileiros, o pré-sal também está presente em bacias sedimentares importantes, como a bacia do Espírito Santo, Santos e Campos. O termo pré-sal é característico da formação do petróleo, que possui relação com a escala de tempo geológica.

A princípio, o Brasil dependia da importação de petróleo advinda de outros países. Agora, com a extração realizada no pré-sal, o país está no caminho para se tornar o maior exportador do óleo mineral natural.

Formação do pré-sal

O pré-sal é uma reserva de petróleo e gás natural. Para entender como a região localizada em águas profundas se formou, é necessário compreender que o petróleo é um tipo de combustível fóssil formado por hidrocarbonetos, ou seja, moléculas de hidrogênio e carbono.

Pré-sal - O que é, descoberta, localização e importância para o Brasil
Super Abril

Sendo assim, a formação do pré-sal foi possível a partir do acúmulo de hidrocarbonetos – originados por meio de matéria orgânica – nas chamadas rochas geradoras. Com o acúmulo nas rochas geradoras, a matéria orgânica migrou para as rochas reservatórias e selantes.

Estes tipos de rochas permitem que, após a formação dos hidrocarbonetos, haja o armazenamento e circulação de petróleo e gás. As rochas selantes, neste caso, impedem o escape dos hidrocarbonetos através das rochas reservatórios.

Então, a formação do pré-sal está diretamente relacionada à separação do antigo continente Gondwana, onde, a partir da separação, os continentes africano e americano se formaram. Assim, o pré-sal se caracteriza como uma formação de rochas sedimentares formadas há, aproximadamente, 100 milhões de anos.

A separação dos continentes originou grandes depressões que, mais tarde, se transformaram em grandes lagos. Com o passar dos anos, rochas geradoras se estabeleceram nos lagos, dando origem ao petróleo do pré-sal.

Pré-sal - O que é, descoberta, localização e importância para o Brasil
UOL Notícias

Com a movimentação dos rios dos continentes, uma grande quantidade de matéria orgânica começou a se depositar nas regiões mais baixas dos rios. O depósito da matéria foi, então, coberto pela água do Oceano Atlântico e, consequentemente, coberto por uma espessa camada de sal.

A camada de sal que começou a se formar há milhares de anos, atualmente, possui mil metros de espessura. Essa mesma camada de sal que foi se formando na matéria orgânica deu origem aos hidrocarbonetos (petróleo e gás natural), por meio de processos termoquímicos.

O que é petróleo

O petróleo do Brasil é extraído do pré-sal. Em síntese, é um tipo de combustível fóssil, também chamado de ouro negro, formado por moléculas de carbono e hidrogênio. Além disso, é classificado como uma fonte de energia não renovável.

Apesar de ser composto em sua maioria por carbono e hidrogênio, também é possível encontrar no petróleo compostos oxigenados e nitrogenados, como sais e metais. Para que o mineral seja extraído, a Petrobrás se utiliza de três processos: prospecção, perfuração e extração.

Pré-sal - O que é, descoberta, localização e importância para o Brasil
RFI

Por meio de tecnologias avançadas, a extração do petróleo é feita no fundo dos oceanos (como ocorre no pré-sal), do solo e de rochas sedimentares. Apesar dos benefícios do produto fóssil, o petróleo é um dos motivos que leva grandes potências mundiais a entrar em conflitos, por conta do refino e produção.

No caso do pré-sal, a reserva petrolífera está localizada no litoral brasileiro, mais especificamente nos estados de Santa Catarina e Espírito Santo. Possui camada de 800 quilômetros de extensão e, aproximadamente, 200 quilômetros de largura.

Como a localização do pré-sal está há mais de 7 mil metros abaixo do nível do mar, a reserva engloba bacias sedimentares importantes, como a Bacia do Espírito Santo, Campos e Santos. Logo abaixo do pré-sal está a reserva petrolífera do Brasil.

Descoberta do pré-sal

O pré-sal foi descoberto, em 2006, pela Petrobrás. Na época, a descoberta resultou na esperança da autossuficiência em relação às reservas de petróleo. Isso porque, o Brasil era dependente da importação do óleo mineral natural.

Ineep

A partir da descoberta, foi necessário investir em tecnologias avançadas que fossem capazes de proporcionar a exploração e extração do petróleo no pré-sal. Economicamente, a descoberta do pré-sal representou para o Brasil ascensão e expansão econômica, além da independência em relação ao petróleo.

Apesar da descoberta ter ocorrido em 2006, foi apenas em 2010 que a Petrobrás anunciou, de fato, a exploração e extração da reserva petrolífera. O primeiro processo de extração ocorreu na Bacia de Campos, no Espírito Santo, no campo Jubarte.

Processo de exploração

De forma geral, a reserva petrolífera do pré-sal é dividida em campos de exploração, localizados nas Bacias de Santos, Espírito Santo e Campos. Na Bacia de Santos e Espírito Santo, por exemplo, estão localizados os principais campos, como Tupi (também chamada de campo Lula), o Iara e o Parque das Baleias.

Pré-sal - O que é, descoberta, localização e importância para o Brasil
Blog NavalUnivali

Após a descoberta do pré-sal, já foram perfurados mais de 31 poços para exploração do petróleo, sendo que a Bacia de Santos é a região onde estão localizados os poços petrolíferos mais produtivos. Só o campo de Lula, por exemplo, é responsável por gerar, por dia, uma produção de 36 mil barris de petróleo.

Por conta da demanda petrolífera no mundo, o Brasil se encontra hoje em uma situação de privilégio entre os países exportadores do combustível fóssil. No país, como forma de controlar a exploração do petróleo, o governo dividiu os processos exploratórios em três vertentes: concessão, partilha de produção e cessão onerosa.

A concessão determina o direito de produção, exploração e venda de forma livre, onde o petróleo é comercializado durante um período determinado. A partilha de produção diz respeito a partilha dos lucros do petróleo feita pela União, entre os investidores.

Por fim, a cessão onerosa estabelece a exploração do petróleo, pela Petrobrás, em áreas determinadas pelo Estado. Além disso, por meio dessas estratégias, o Brasil espera alcançar maior controle em relação à exploração do petróleo e, com isso, atingir vantagem econômica.

Petróleo e a relação com o meio ambiente

Após a descoberta do prés-sal, o Brasil viu no petróleo uma forma de subir economicamente frente à outras economias mundiais. Porém, apesar de alguns benefícios proporcionados pela extração do combustível fóssil, cientistas acreditam que o investimento na exploração do petróleo pode trazer sérias consequências.

Isso porque, os derivados do petróleo são um dos motivos que agravam o aquecimento global e, consequentemente, afetam de forma prejudicial o meio ambiente. Além disso, diversas potências mundiais estão buscando formas alternativas de produzir energia, como a energia solar e a eólica.

G1

Contudo, o Brasil ainda segue no caminho de produção voltado para a extração em massa do petróleo do pré-sal. Além dos gases do efeito estufa, como o enxofre e o dióxido de carbono, o petróleo ainda polui ocorrem vazamentos ou acidentes no momento da extração.

Nesse sentido, o vazamento de grandes quantidades de petróleo ocasiona na morte de diversas espécies marinhas, além das espécies vegetais dos oceanos. Portanto, apesar de ser considerado um óleo valiosos, a utilização do mesmo pode trazer diversos prejuízos para o meio ambiente.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que é Aquífero e quais são as Zonas Litorâneas do Brasil.

Fontes: Brasil Escola, Petrobrás, Brasil Escola, Mundo Educação e Ecycle 

Imagens: Le Monde Diplomatique, Super Abril, UOL Notícias, RFI, Ineep, Blog NavalUnivali e G1

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.