Fauna

Por que é tão difícil esmagar baratas? A Ciência explica

Você já tentou matar uma barata com sapatadas? E conseguiu? Entenda por que, segunda a Ciência, é tão difícil esmagar baratas:

Atualizado em 29/03/2016

Elas são feiosas e, dificilmente, conseguem conquistar o coração das pessoas. As baratas são seres tão pequenos, mas tão resistentes, que despertaram o interesse da Ciência. Afinal, quem nunca se pegou se questionando por que, por mais sapatadas que você dê, é tão difícil esmagar baratas?

De acordo com estudos desenvolvidos pela Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos, o grande segredo desses pequenos e mal compreendidos insetos está no exoesqueleto, ou seja, na casca dura e marrom que os envolvem. Dá para acreditar?

Conforme os cientistas, toda a invulnerabilidade desses seres está todinho na casca grossa, que protege todos seus órgãos vitais, já que são fortes e maleáveis ao mesmo tempo.

1

 

Por que não dá para esmagar baratas?

Agora, se um dia, você achou que apenas uma pisadinha poderia esmagar baratas, você vai chocar com essas informações divulgadas pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS): as baratas podem suportar 300 vezes o peso do próprio corpo. Em situações extremas, essa capacidade se multiplica por três e elas podem aguentar até 900 vezes seu peso.

2

Isso explica, por exemplo, porque as baratas conseguem escapar com agilidade, mesmo quanto achamos que elas já estão mortalmente esmagadas. Explica também como elas conseguem passar por fendas minúsculas em momentos em que se sentem ameaçadas.

A tortura das “bichinhas”

Como os cientistas conseguiram descobrir isso? Se você está se questionando, a resposta é simples: eles tentaram esmagar baratas usando um aparelho de compressão que as apertavam até a morte.

6

O método pode até ser considerado cruel, conforme os mais “protecionistas”, mas foi bastante eficiente para descobrir qual o peso máximo que elas poderiam aguentar sem morrer.

As baratas e a Ciência

E, como tudo na vida tem um lado bom, essa grande resistência das baratas pode ajudar a Ciência a melhorar tecnologias de salvamento.

5

Cientistas estão desenvolvendo um robô, baseado nas estratégias das baratas, que podem entrar até mesmo em locais de difícil acesso para salvar vítimas de desastres como desabamentos.

Agora, essas não são as únicas coisas curiosas sobre as baratas, sabia? Descubra também como as baratas se comunicam.

Fonte: Veja