Ciências

Conhecimento científico – O que é, tipos, características e importância

O conhecimento científico nasce da necessidade do ser humano de procurar respostas e fazer experimentações que podem mudar sua vida.

Atualizado em 19/10/2020

Conhecimento científico é a informação e o saber, que são o resultado de estudos e busca constantes. De forma geral, ele nasceu da necessidade do ser humano em conhecer como as coisas funcionam, como os fatos ocorreram, como é composto um determinado objeto, etc.

Ou seja, é da natureza do homem se perguntar sobre tudo e não aceitar nada sem questionamentos.

Logo, o reconhecimento de determinado fato como científico se baseia em observações e experimentações que dão veracidade ou falsidade a uma teoria.

Características do conhecimento científico

Basicamente, uma das principais características do conhecimento científico é a sistematização. Ou seja, o ato de descobrir o saber de forma ordenada, juntando-se ideias que formarão uma teoria.

Blog Porta do Mundo

Também deve ser dado destaque para o princípio da verificabilidade, comprovando-se ou não uma ideia ou teoria. Outras características suas são: a racionalidade, a objetividade etc., ou seja, todos os fatores que são relacionados com a investigação metódica.

Mas devemos tomar cuidado para diferenciar o conhecimento científico do senso comum. O primeiro exige uma base teórica e a comprovação, ou não, a partir de experimentações.

Já o senso comum se fia em crendices populares ou na oralidade. Sendo assim, um é técnico e o outro informal.

Os estágios para se chegar ao método científico, portanto, são:

  • Experimentação;
  • Elaboração de hipóteses;
  • Repetição da experimentação por outros cientistas;
  • Repetição da experiência para testar as hipóteses;
  • Formulação das leis e generalizações.

Se qualquer deles não for atendido, chega-se apenas ao conhecimento filosófico como faziam o gregos na antiguidade.

Tipos de conhecimento científico

O conhecimento científico é formado a partir de atividades científicas. Todas as atividades desenvolvidas têm possuem como objetivo demonstrar a veracidade de algo por meio de argumentações, experimentação e coleta de dados.

Conhecimento científico: saiba o que é e como ele interfere na sua vida
Jornal da Economia

Para que a veracidade e a confiabilidade das informações apresentadas sejam concretas, o conhecimento científico depende de métodos específicos, que são aplicados a fim de se obter maior precisão nos resultados.

Alguns exemplos dos métodos utilizados dentro do conhecimento científicos, são o método indutivo e o método dedutivo. Além disso, o conhecimento baseado em atividades científicas pode ser dividido de duas maneiras: o conhecimento tácito e o explícito.

  • Conhecimento científico explícito – aquele disponibilizado em forma de artigos, bases de dados, revistas, portais de conhecimento e manuais. Em síntese, é o tipo de conhecimento que utiliza a literatura científica nos meios de publicação;
  • Conhecimento científico tácito – conhecimento compartilhado entre cientistas, dificilmente transmitido por textos ou sistemas. Neste caso, o conhecimento está ligado diretamente experiência de cada pesquisador, incluindo elementos práticos e cognitivos, por exemplo.

A ciência na história

Em síntese, no correr do tempo, a humanidade concebeu várias experimentações do conhecimento científico. Na Grécia Antiga, o interesse dos estudiosos era na natureza das coisas e do ser humano. Destaque para Aristóteles e Platão.

Conhecimento científico: saiba o que é e como ele interfere na sua vida
Moodle

Na ciência moderna, o marco é o trabalho de Galileu Galilei no uso da geometria e matemática como ferramentas científicas. Já na ciência contemporânea os expoentes são Albert Einstein e Karl Popper, que revolucionaram os parâmetros e os conceitos de ciência e método científico.

A ciência na atualidade

Na ciência atual, a tarefa do pesquisador é a de se colocar como um investigador, alguém em contínua busca para responder os questionamentos propostos. E note-se que os fundamentos científicos foram revistos diversas vezes.

Nesse sentido, um exemplo foi quando Galileu melhorou a mecânica de Aristóteles e Einstein conseguiu o mesmo com Newton.

O conhecimento científico e a melhoria na qualidade de vida

Graças ao conhecimento científico foi possível ao ser humano compreender os fenômenos naturais, conhecer melhor o planeta em que vive, melhorar sua qualidade de vida, buscar meios de sair da Terra e por aí vai.

Conhecimento científico: saiba o que é e como ele interfere na sua vida
Portal do Meio Ambiente

Entretanto, há sempre o risco do acúmulo de conhecimento nas mãos do ser humano. É que esse saber tanto pode ser usado para o bem quanto para o mal.

Por exemplo, a energia nuclear pode iluminar uma cidade ou destruí-la completamente. A energia elétrica pode cozinhar o jantar ou a própria pessoa.

O ser humano é inquieto e está sempre em busca de novas respostas. Sua curiosidade não tem limites e ele pode, através da ciência, desde partir um átomo até pisar na lua.

Outros tipos de conhecimento

Em síntese, além do conhecimento científico é importante destacar que existem outras formas de saber. Ou seja, a ciência é caracterizada como apenas um dos caminhos possíveis de pensamento humano e, conhecer outros meios de percepção, é interessante para expandir a mente.

Canal do Ensino

Sendo assim, o saber também é pautado no saber filosófico, mítico, teológico e empírico, por exemplo.

  • Conhecimento filosófico – baseado na crítica e na reflexão sobre questões, como moral e ética. Não utiliza de experimentação ou observação e o objetivo final não é produzir conhecimento científico em relação às questões abordadas. Ex: epistemologia, ética e lógica;
  • Conhecimento mítico – desenvolve teorias e explicações a fim de compreender acontecimentos que não são explicados por meios de métodos e atividades científicas;
  • Saber teológico – aquele que se baseia na crença religiosa e possui como principal instrumento a fé;
  • Saber empírico – é o tipo de conhecimento adquirido ao longo da vida, baseado em experiências e na observação.

Você gostou de saber sobre o tema? Então, não deixe de ler como os cientistas desenvolveram o primeiro olho biônico do mundo.

Fonte: Resumo Escolar, Estudo Prático, Significados e VIA

Imagens: Extra Política, Blog Porta do Mundo, Jornal da Economia, Moodle, Portal do Meio Ambiente e Canal do Ensino