Astronomia

Movimento de rotação, o que? Definição, características e como ocorre

O movimento de rotação ocorre quando o planeta gira em torno da sua órbita. Ele é responsável pelo dia e pela noite e seu ciclo dura 24 horas

Por Júlia Alves

Diferentemente do modelo geocêntrico, o qual as pessoas, e principalmente a igreja católica, acreditavam antigamente, o modelo heliocêntrico é o que realmente representa o universo. Dentro dele há diversos movimentos, entre os mais importantes: movimento de rotação e translação.

Antes a ideia era de que o Sol girava em torno do planeta Terra, uma conclusão baseada na observação das estrelas “se movendo”. Entretanto, cientistas confirmaram que o que acontecia era o inverso, de forma que o centro do núcleo é o Sol e os planetas que giravam ao seu redor.

Dessa forma, como o planeta Terra não é estático, ele é capaz de se mover e, com isso, traz efeitos e consequências que mudam totalmente a nossa vida.

Em suma, a rotação é o movimento que o planeta Terra faz em torno dele mesmo, de forma que todas as regiões do globo passem por períodos sem e com a luz solar.

sol
Nascer do Sol

Nesse interim, toda sua volta ocorre no sentido anti-horário, sendo sempre do oeste para o leste, e fazendo com que o Sol nasça sempre do leste para o oeste.

Além disso, é através desta volta realizada pela Terra que existem a definição de dias e as noites.

Características da rotação

O tempo para realizar uma volta completa no movimento de rotação depende da uma referência. Sendo assim, em dia sideral o Planeta Terra faz toda a mobilidade em 23 horas, 56 minutos e 4 segundos.

Contudo, se for considerar o dia solar, ou seja, usar apenas o Sol como referência, o tempo de percorrer todo o próprio eixo equivale à 24 horas. A diferença entre o dia sideral e solar são derivados de outros movimentos, como o movimento de translação.

Já a velocidade do movimento de rotação é surpreendente, chegando até a 1.675 km/h ou 465 m/s. Tais dados foram obtidos após o cálculo de dividir o perímetro da terra pela quantidade de tempo que a Terra leva para dar uma volta completa ao redor de si mesma.

Dia sideral
Fonte: maestovirtuale

Efeitos e consequências do movimento de rotação

Entre uma das características presentes no dia a dia são os fusos horários, que alteram a hora dependendo da região ou país que a pessoa esteja.

Nesse sentido, podemos identificar os dias e as noites por conta da incidência da luz solar. Ou seja, enquanto há luz é dia e, ao entardecer, se torna noite. Em relação aos horários, o tempo muda de acordo com a localização de cada região.

Portanto, os fusos são criados pela diferença de luz em um mesmo momento em partes diferentes do planeta. Nesse interim, eles são contados a partir do Meridiano de Greenwich e aumentam do leste para o oeste seu horário.

Movimento de rotação, o que? Características principais e como ocorre
Tabela com os graus de cada fuso horário

É de suma importância ter a consciência do papel fundamental do movimento de rotação. Já imaginou se o planeta não girasse?

Uma parte teria Sol 24 horas por dia e a outra totalmente no “escuro”, o que causariam problemas climáticos, além de exageradas baixas e altas de temperaturas.

Os outros movimentos

Apesar da Terra realizar mais de 12 movimentos, além da rotação, o outro movimento mais conhecido e estudado é a translação. Em síntese, o movimento de translação é a volta que o Planeta realiza ao redor do Sol, além de continuar girando entre si para a rotação.

Como o Sol é a maior estrela de todas, percorrer ao seu redor não é uma tarefa fácil. Todavia, o movimento dura em média 365 dias. O número não é exato e, por isso, a cada quatro anos, existe o ano bissexto, com um dia a mais (366) para compensar.

Movimento de rotação, o que? Características principais e como ocorre
A data 29 de fevereiro só passa pelo calendário a cada quatro anos

Vale lembrar que os movimentos que a Terra realiza também determinam as estações do ano: verão, primavera, inverno e outono.

Entre outros movimentos pode-se citar o Precessão, a Nutação, o Deslocamento do periélio e vários outros.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também: Sistemas do corpo humano – Definição, principais órgãos e características 

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria e Mundo Educação

Imagens: EstudoKids, Pousada dos Chás, Maestro Virtuale, Gestão Educacional e Blog do Mário Adolfo

Próxima página »