Língua Portuguesa

Morfologia, o que é? – Estrutura, formação e classificação das palavras

Morfologia se refere ao estudo da estrutura, formação e classificação das palavras da Língua Portuguesa, dividindo-se em diferentes classes.

Atualizado em 09/08/2020

Para entender a Língua Portuguesa e os aspectos linguísticos é imprescindível compreender o que significa morfologia. Logo, o termo se refere ao estudo das estruturas gramaticais e os mecanismo que se referem à língua.

Deste maneira, a morfologia é utilizada para estudar a a composição das palavras, as significações e as formas. Assim, a morfologia seria a gramática descrita, analisando e descrevendo as normas de funcionamento da fala e da escrita. Nesse sentido, cada palavra é estudada de maneira separada e não dentro um contexto.

Desta forma, a morfologia se divide em dez classes gramaticais. Assim, temos: Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo. Além disso, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição também fazem parte da classificação.

Morfologia: estrutura e formação das palavras

Morfologia - Conheça a estrutura, formação e classificação das palavras
Fonte: Estudo Kids

Em resumo, as classes gramaticais apresentam as seguintes divisões:

  • Substantivo;
  • Adjetivo;
  • Artigo;
  • Pronome;
  • Numeral;
  • Verbo;
  • Advérbio;
  • Conjunção;
  • Preposição

Porém, o primeiro critério a ser analisado no estudo da morfologia é a questão da variação. Assim, as palavras podem ser divididas em variáveis e invariáveis.

Palavras variáveis

Morfologia - Conheça a estrutura, formação e classificação das palavras
Fonte: story board that

Resumindo, as palavras variáveis mudam de acordo com o gênero e número. Porém, os elementos morfológicos variáveis também podem mudar de acordo com o grau. Desta maneira, as palavras variáveis são dividas em:

  • verbos – palavras que indicam ação, representam um fato ou estado da natureza;
  • substantivos – palavras que nomeiam pessoas, lugares e objetos. Além disso, se dividem em substantivo comum, próprio, concreto, coletivo e abstrato;
  • adjetivos – palavras que qualificam um substantivo;
  • pronomes – palavra substitui ou acompanha o substantivo. Além disso, se dividem em pronomes pessoais, possessivos, demonstrativos, interrogativos, relativos e indefinidos;
  • artigos – palavra que vem antes do substantivo.

Desta forma, confira alguns exemplos de frases de palavras variáveis:

  • João é muito bacana; (substantivo)
  • Essa criança está chorando demais, deve estar com fome; (verbo)
  • Que carro moderno. (adjetivo)

Palavras invariáveis

Morfologia - Conheça a estrutura, formação e classificação das palavras
Fonte: Pinterest

Em síntese, as palavras invariáveis não apresentam mudança de acordo com o gênero e número. Assim, são palavras que permanecem com o mesmo formato. Logo, não dependem do contexto das frases. Desta maneira, as palavras invariáveis são dividas em:

  • Advérbio – palavra que modifica verbos, adjetivos ou até mesmo, outro advérbio;
  • Preposição – responsável pela conexão entre duas palavras. Logo, demonstram a relação que existe entre elas;
  • Conjunção – palavra responsável por conectar dois termos em uma mesma oração ou em orações diferentes. Assim, estabelece relação de sentido entre elas.

Desta forma, confira alguns exemplos de frases de palavras variáveis:

  • Ele corre rapidamente. (advérbio)
  • Ele está feliz com sua maneira de ser. (preposição)

Entretanto, é importante observar que os Numerais são classificados como palavras variáveis e invariáveis. Assim, possuem características dos dois grupos. Logo, são palavras que concordam com gênero e número. Além disso, servem para quantificar e posicionar.

Desta forma, os numerais são classificados em três grupos. Assim, podem ser divididos em tempo, pessoa, modo e voz.

Além das palavras morfológicas

Resumindo, quando estudamos cada palavra separadamente, as estruturas e formas damos o nome de morfologia. Ainda assim, podemos estudar um outro aspecto da Língua Portuguesa, os morfemas.

Morfologia - Conheça a estrutura, formação e classificação das palavras
Fonte: Rumo ao Oita

Assim, morfemas se constituem no estudo dos sons. Logo, se caracteriza como a fonética que cada palavra apresenta. Dessa forma, constituem unidades de som que são menores que as palavras.

Nesse sentido, os morfemas são divididos em dois grupos gramaticais. Desta forma, podemos identificar os morfemas lexicais – constituem na forma livre da palavra,  e os gramaticais – possuem significado, porém precisam ser conectados como marca de plural.

Portanto, gosta de português e de entender os conceitos da nossa língua? Então, corre e leia temas como Intensão ou intenção – Qual a maneira certa de usar?, além de As vezes ou às vezes? Entenda a diferença e quando usar cada um

Fontes: Só Português, Info Escola, Português, Stoodi

Fonte imagem destaque: Famvin

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.