Ciências

Larica: por que fumar maconha dá muita fome?

Já parou para pensar porque fumar maconha dá aquela "broca" no estômago e quase mata você de fome? Entenda a ciência por trás da larica da maconha:

Atualizado em 26/01/2016

Por mais que você seja um cara certinho e nunca tenha provado qualquer tipo de drogas é provável que você já tenha ouvido falar na larica que a maconha dá. Isso que dizer, a fome intensa que as pessoas que fumam a ervinha costumam sentir depois que ficam “altos”.

Aliás, o termo “larica” está tão fortemente ligado à sensação de fome que as pessoas costumam até mesmo usar a palavra mesmo quando a situação não têm nada a ver com fumar maconha. Você mesmo já deve ter dito isso nos últimos dias, não é verdade?

Mas, voltando ao sentido literal da larica, os cientistas, até pouco tempo, não entendiam o que aconteciam no corpo de quem fuma maconha para ter tanta fome depois de fazer uso da substância entorpecente. No entanto, com a regularização da maconha em alguns países, como em partes dos Estados Unidos, os estudiosos estão começando a investigar o assunto.

1

A origem da larica… nos ratos

Um bom começo para entender a larica é um estudo realizado na França e publicado, há pouco, pela revista Nature Neuroscience. Segundo o estudo, ao ser estado em ratos, os efeitos da maconha despertaram fome nas cobaias, ou seja, a larica; porque atingiam em cheio alguns receptores cerebrais, devido ao olfato mais apurado.

4

Tudo isso foi observado depois dos bichinhos receberem injeções de THC, o princípio ativo da droga. De acordo com os pesquisadores da Universidade de Bordeaux, os responsáveis pelo estudo, o que aconteceu na cabeça dos ratinhos foi parecido com o que acontece quando se pula uma refeição. Por isso, a larica.

2

Claro que o que acontece no organismo do ser humano depois do uso da maconha é diferente do que é observado no corpo dos ratos, mas isso pode ser o início da compreensão da larica. Aliás, os resultados iniciais desse estudo podem até mesmo ajudar a desenvolver drogas para problemas como obesidade e diabetes, que acabam atingindo esses mesmo receptores despertados pelo princípio ativo da maconha.

3

Entendeu agora a origem da larica? Mais ou menos? Ah… deixa pra lá.

E, por falar em drogas, quer ver os efeitos das drogas no rosto dos usuários? Esse aplicativo mostra como eles ficam destruídos.

Fonte: Revista Galileu, Nature Neuroscience