História

Hermafrodita, o que é? É possível acontecer entre humanos?

O hermafrodita pode ocorrer em animais, plantas e em pessoas. Nestas, há a opção de tratamento hormonal ou mesmo cirurgia plástica.

Atualizado em 31/01/2020

Hermafrodita é uma pessoa ou animal que tem os órgãos sexuais masculinos e femininos. O termo vem de Hermafrodito, deus grego que era filho de Hermes e Afrodite: o simbolismo dos dois sexos.

Pode se dar na natureza entre plantas e animais, inclusive ocorrendo a chamada fecundação cruzada. Isso é comum quando o indivíduo consegue fecundar a si próprio. Essa ocorrência é impossível nos seres humanos, pois o hermafrodita verdadeiro é estéril.

Há duas opões para as pessoas que desejam a cura da anomalia, que são: reposição hormonal ou cirurgia plástica.

Saiba que é um hermafrodita e quais as opções para resolver o problema

O hermafrodita na natureza

O hermafrodita pode ser encontrado nas espécies animais, assim como nas vegetais. Se o indivíduo tem os dois órgãos reprodutores, são chamados hermafroditas, monoicos ou intersexuais. Mas se possuem os sexos separados, denominam-se dioicos.

Nas plantas verdes, a regra é que apareçam indivíduos monoicos, posto que apresentam os órgãos sexuais dos dois sexos.

Em certas espécies de peixes também se pode observar a manifestação de hermafroditismo insuficiente. É o caso das garoupas, pois elas têm órgãos sexuais masculinos e femininos. Ocorre que tão só um dos tipos se ativa, assim que o animal chega à maturidade sexual.

Naquelas espécies onde o sexo feminino se ativa primeiro, dá-se o nome de protogínica. Já na hipótese contrária, é chamada de protândrica.

Alguns animais podem ser hermafroditas, inclusive sendo possível ocorrer a chamada fecundação cruzada. São eles o caracol, a estrela-do-mar, a minhoca, a tênia e o camarão.

Saiba que é um hermafrodita e quais as opções para resolver o problema

O hermafroditismo entre pessoas

O hermafroditismo nos seres humanos pode ocorrer de três formas, sendo que apenas uma é verdadeira.

O hermafroditismo é denominado verdadeiro quando a pessoa nasce com os dois órgãos sexuais bem formados. Ocorrem órgãos sexuais não só externos, como também internos. Contém vagina, pênis, testículos, ovário, útero, trompas etc.

O normal é que a pessoa tenham cromossomos XX, que é característico das mulheres, só que há também a formação dos órgãos sexuais masculinos.

No pseudo-hermafroditismo masculino, a pessoa nasce com cromossomos XY, ou seja, do sexo masculino. Só que os órgãos sexuais externos não se desenvolvem de forma completa.

No pseudo-hermafroditismo feminino, a pessoa nasce como do sexo feminino, já que tem cromossomos XX. Ocorre que o clítoris cresce excessivamente, com isso se parece com um pênis (clitoromegalia).

Saiba que é um hermafrodita e quais as opções para resolver o problema

Quais as opções para resolver o hermafroditismo?

Há duas formas de tratar o hermafroditismo na espécie humana, que são reposição hormonal ou a cirurgia plástica. Só que muitas pessoas acabam sendo emocionalmente afetadas, necessitando de terapia.

A reposição hormonal começa a ser feita ainda na infância, quando se opta por um dos sexos. Assim, a criança cresce e desenvolve as características apenas do sexo escolhido.

Já a cirurgia plástica é um tratamento bastante invasivo e dolorido, por isso tem-se que ter certeza da opção. É que muitas intervenções cirúrgicas vão sendo feitas no transcorrer do tempo, posto que se corrige os órgãos sexuais externos.

Leia também sobre o que é osmose? Saiba como é a movimentação da água na célula.

Fonte: Wikipédia, Huffpost, Tua Saúde, Minha Vida, Diário de Biologia, El País, Ideafixa, Estudo Prático, Diário de Notícias, Minuto Saudável, Mundo Educação.

Fonte das imagens: Wikipédia, Fatos Desconhecidos, Tendências do Imaginário, Joya.