Língua Portuguesa

Haver ou a ver – Quando utilizar cada um e o que é homofonia

Haver e a ver são ditas da mesma forma e possuem sentidos diferentes, causando muitas dúvidas. Isso acontece porque elas são homófonas.

Atualizado em 17/02/2020

Primordialmente, é de conhecimento de todos que existem palavras no nosso dia-a-dia que nos confundem. O a ver e haver são um exemplo nítido disso. Por isso, é comum ver pessoas usando-os de maneira incorreta.

Aliás, haver e a ver são parônimos, ou seja, palavras que apresentam similaridade na grafia e produzem o mesmo som, mas têm significados diferentes.

Ademais, uma simples letra, o h, muda tudo na hora de analisar as características das expressões.

A ver

Primeiramente, a forma correta de se utilizar o a ver é do modo conjugado da expressão ter a ver. Logo, sendo então escrita como: Tem a ver. Ademais, essa expressão é utilizada quando está relacionando ou diz respeito a alguma coisa.

Além disso, é muito comum ter dúvidas na hora de escrever. Sendo que, haver e a ver são ditas da mesma forma. Porém, possuem sentidos diferentes. Isso acontece porque elas são homófonas.

Exemplos

  • Portanto a letra desta música não tem nada a ver comigo.
  • Desculpe, mas não tenho nada a ver com isso que aconteceu.
  • Em geral, a destruição da camada de ozônio tem a ver com o aumento da poluição.

Homofonia

Em geral, a homofonia é formada a partir de dois radicais gregos (homo = igual; fonia = som). Logo, o termo refere-se à igualdade fonética entre dois vocábulos ou entre um vocábulo e uma expressão. Existem dois tipos de homofonia, sendo elas:

Homófonos heterográficos

Em geral, os homófonos heterográficos são aqueles vocábulos iguais na pronúncia e diferentes na escrita. Então, confira alguns exemplos a seguir:

  • Acender (atear, pôr fogo) e ascender (subir)
  • Concertar (harmonizar) e consertar (reparar, emendar)
  • Concerto (harmonia, sessão musical) e conserto (ato de consertar)
  • Cegar (tornar cedo) e segar (cortar, ceifar)
  • Cerrar (fechar) e serrar (cortar)
  • Cela (pequeno quarto), sela (arreio) e sela (verbo “selar”)
  • Censo (recenseamento) e senso (juízo)
  • Paço (palácio) e passo (andar)
  • Hera (trepadeira) e era (época), era (verbo)
  • Caça (ato de caçar), cassa (tecido) e cassa (verbo “cassar” = anular)
  • Cessão (ato de ceder), seção (divisão) e sessão (tempo de uma reunião ou espetáculo)
haver-ou-a-ver
Haver ou a ver? Fonte: Como Escreve

Homófonos homográficos

Logo, a homofonia homográfica diz respeito aos vocábulos que são iguais na escrita e na pronúncia. Veja alguns exemplos:

  • Caminha (substantivo), caminha (verbo)
  • Cedo (verbo), cedo (advérbio)
  • Somem (forma do verbo “somar”), somem (forma do verbo “sumir”)
  • Livre (adjetivo), livre (forma do verbo “livrar”)
  • Pomos (substantivo), pomos (forma do verbo “pôr”)
  • Alude (avalancha), alude (forma do verbo “aludir”)

Haver

Primordialmente, a expressão ter a haver é errada. Porém, existe a expressão ter a haver, mas ela contém a preposição a entre o verbo ter e o verbo haver.

Nitidamente ela é pouco usada, mas ainda sim pode ser utilizada para indicar o ato de ter quantias monetárias para serem recebidas. Sendo assim, significa o ato de ter a receber ou reaver algum determinado valor.

Exemplos

  • Meu marido ainda tem dinheiro a haver do FGTS.
  • Não tenho mais nada a haver do banco.

Gostou de ler sobre o Haver e a ver? Que tal ler também sobre Variação linguística – Definição, tipos, exemplos e contexto social
Fontes: MundoEducação, Dúvidas, NovaEscola,
Fonte da imagem destaque: Abril