História

Gauleses – História e características dos guerreiros bagunçados

Gauleses eram povos celtas que habitavam a região da Gália, hoje território da França. Eram chamados de bárbaros pelos gregos da Antiguidade

Atualizado em 19/06/2020

Representados em desenhos e filmes, os povos gauleses estavam localizados na Gália, território onde hoje se encontra a Itália, sul da Alemanha e o centro-sul da França e Bélgica. Nesse sentido, o desenvolvimento dos povos gauleses ficou entre a chamada Idade do Ferro e o Império Romano, mais os menos entre 500 a.C. e 400 d.C.

Os gauleses foram povos que construíram diversas tribos e cidades pela região onde se encontravam. Entretanto, era comum as disputas internas entre os grupos. Porém, as divergências não foram suficientes para tardar a consolidação de costumes e tradições significativos. Assim, foi ultrapassando a Grécia e Ásia menor, que os gauleses conseguiram ocupar o territória de Gália.

Dessa forma, como também aconteceu com outros povos, os gauleses conseguiram organizar formas de sobrevivência bastante característica de seu povo. Assim, constituíram a sociedade, religião e a economia de maneira bem sintetizada. Além disso, eram especialistas na metalúrgica, além de ter como idioma oficial o gaulês.

Características dos Gauleses

Em síntese, por dominarem as técnicas da metalúrgica, os gauleses eram especialistas na fundição do ferro, estanho e bronze. Além disso, fabricavam armas, joias e diversificados utensílios. Dessa forma, produziam também as moedas que eram utilizadas no comércio.

Dessa forma, as principais formas de renda se baseavam na troca comercial com os povos da Europa, além de desenvolver produções na agricultura. Além disso, criavam animais como vacas leiteiras e praticavam a caça. Com os animais que criavam, produziam alimentos como o leite e o queijo.

Gauleses, quem são? História e característica dos guerreiros bagunçados
Necrópole gaulesa dos séculos IV e III aC, no local do Parque Logístico de Aube, em Buchères. Fonte: arqueovox

Em relação à organização da sociedade, os gauleses eram organizados com a figura de um rei e o conselho de anciões. Além disso, a sociedade era composta pela presença de sacerdotes e os druidas – responsáveis pelas tarefas de maior responsabilidade dentro das tribos. Assim, eram responsáveis pela religião, pela proteção e educação dos povos.

Como em quase todas as tribos formadas antigamente, os gauleses eram politeístas. Ou seja, acreditavam em diversos deuses. Dessa forma, faziam rituais e celebrações para exaltar os deuses que possuíam características humanas. Assim, ao invés de templos religiosos, os gauleses erguiam altares nas florestas para rezar e realizar as oferendas aos deuses.

Principais tribos gaulesas

Os gauleses eram divididos em tribos, cada qual com características diferentes. Assim, eram 44 tribos que se dividam pela região da Gália. Entretanto, podemos citar algumas das tribos mais importantes, sendo elas:

  • Lingones (Langres)
  • Carnutres (Chartres)
  • Bituriges (Burges)
  • Belgae (Gallia Belgica)
  • Arvernos (Gergovia)
  • Ambianos (Amiens)
  • Eburões (Aduatuqua)
  • Leucos (Násio)
  • Viromânduos (Viromando)
  • Éduos (Augustoduno)

Os guerreiros bagunçados

Se comparados com os povos germânicos, os gauleses eram bem diferentes em relação à organização. Isso porque, não se preocupavam com características como o plantio. Assim, eram classificados como guerreiros bagunçados e caçadores apaixonados.

Gauleses, quem são? História e característica dos guerreiros bagunçados
A saga dos irredutíveis gauleses foi criada pela dupla de quadrinistas franceses René Goscinny e Albert Uderzo. Fonte: o tempo

Nesse sentido, foram representados em uma animação denominada Asterix em que as características mais peculiares desses povos são representadas. Assim, a animação representa, por exemplo, a forma de comércio exercida pelos gauleses. Além disso, é mostrado também os trabalhos utilizando a metalúrgica.

O fim

Apesar da quantidade de tribos formadas durante a existência do povo Gaulês, não foi suficiente para barrar o Império Romano. Assim, depois da Batalha de Telamon, em 225 a.C, a tribo gaulês começou a entrar em declínio. Além disso, disputas internas nas Guerras da Gália, facilitaram a tomada de território pelos romanos entre 58 e 50 a.C.

Gauleses, quem são? História e característica dos guerreiros bagunçados
O fim dos gauleses quando Vercingetorix se entrega para César, líder do Imperio Romano. Fonte: Medium

Assim, apesar da resistência gaulesa, as terras de Gália foram anexadas à província do Império Romano. Entretanto, após o domínio das terras os gauleses continuaram a lutar. Assim, criaram a “tática de terra arrasada” que consistia na destruição das terras ocupadas pelos romanos, deixando-os sem alimentos e abrigo.

Por fim, após uma batalha sangrenta em que restaram apenas 800 sobreviventes, as terras de Gália foram subordinadas totalmente ao Império Romano. Logo após, todas as tradições sociais, culturais e os rituais foram mesclados com o que os romanos estavam acostumados a fazer.

Você sabia?

  • Os gauleses são retratados nos quadrinhos de Asterix, assim como nos desenhos animados e filmes de mesmo nome;
  • Um dos principais temas dos quadrinhos é a resistência gaulesa ao grandioso Império Romano;
  • De acordo com um historiador romano do século IV (Amiano Marcelino), os gauleses eram altos, fortes e de olhos claros.

Gostou da matéria? Então, aproveita e confere quem foram os Maias, Astecas e Incas.

Fontes: Escola Educação, Aventuras na História, Sua Pesquisa

Fonte imagem destaque: Jovem nerd

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.