Biologia

Flora, o que é? Definição, características, biomas e flora brasileira

Flora representa o conjunto de plantas características de uma região, sendo o Brasil o país mais rico em diversidade vegetal do mundo.

Atualizado em 08/07/2020

O Planeta é repleto de formas de vida, tanto animal, quanto vegetal. Assim, quando falamos em formas de vida do Reino Vegetal, estamos nos referindo à flora de uma região. O Reino Vegetal inclui, além das plantas, os micro-organismos. Cada região possui uma variedade de plantas diferentes, determinadas por diversos fatores.

Ou seja, a flora determina as características de uma região, influenciada pela temperatura, a manutenção do solo, a quantidade de chuva e a radiação do Sol. Dessa forma, é bem provável que determinada espécie que cresça em ambientes úmidos e frios, não seja comum no Sertão, por exemplo. As espécies de plantas específicas de uma região são denominadas de espécies endêmicas.

No Brasil, a flora é bastante diversificada e rica. Isso porque, o país possui um dos ecossistemas mais diversos do mundo, sendo possível encontrar diferentes espécies de plantas e animais nas regiões do Brasil. Por conta da variedade de espécies que existem, o país é reconhecido como o que possui a flora mais rica do mundo.

Mas, afinal, você qual a importância do termo para a manutenção da vida na Terra?

Definição de flora

De forma geral, a flora representa os organismos vivos do Reino Animal, ou seja, as plantas de determinada região. O termo designa, ainda, a variedade de plantas de um ecossistema ou bioma. O Brasil, por exemplo, possui a maior biodiversidade do mundo quando o assunto é flora.

Cada região possui características específicas em relação à flora. Essas características são determinadas por fatores como o clima, a temperatura, a manutenção do sol e a incidência de raios solares, por exemplo. Ou seja, a flora encontrada no Nordeste brasileiro será diferente da variedade de plantas encontradas no Sul do país.

Flora, o que é? Definição, características, biomas e flora brasileira
Vegetação típica do Nordeste brasileiro

Além da variedade de plantas, o termo flora também é utilizado para designar um conjunto de micro-organismos. No corpo humano, por exemplo, o termo indica os micro-organismos presentes no sistema digestivo, sendo denominado de flora intestinal.

Além disso, as obras dedicadas aos estudos dos vegetais de uma região também utilizam o termo. Como exemplo temos a Flora brasiliensis, um conjunto de obras que descrevem 22.767 espécies de vegetais.

Flora do Brasil

O Brasil é o país que possui a maior diversidade de plantas do mundo. Em síntese, a biodiversidade brasileira possui diferentes espécies de plantas espalhadas pelas regiões do país. Quando os colonizadores chegaram ao Brasil, a biodiversidade das terras chamou atenção.

A variedade de espécies de plantas é possível por conta do clima, responsável por moldar as diferentes espécies espalhadas pelo país. Nesse sentido, as vegetações que mais se destacam são as florestais e as litorâneas. Além disso, no Brasil é possível encontrar a Caatinga, Campanha Gaúcha, a Floresta Amazônica, Mata Atlântica e os Manguezais.

Flora, o que é? Definição, características, biomas e flora brasileira
Mata Atlântica

Das espécies vegetais catalogadas, são mais de 52 mil em todo o território brasileiro. Desse total, a classificação é dividida em 32.348 espécies de Angiospermas e 30 Gimnospermas. Além disso, são 4926 espécies de Fungos, 4542 espécies de Algas, 1530 de Briófitas e 1233 espécies de Samambaias. Sabe-se que a variedade de espécies pode ultrapassar esses totais, já que, grande parte das espécies nativas, ainda não foi catalogada e estudada.

Diversidade vegetal e ecossistema

A diversidade vegetal de uma determinada região é parte fundamental para o funcionamento do ecossistema. Isso porque, é por meio das plantas que os nutrientes presentes no solo podem ser recolhidos e, assim, serem consumidos por animais herbívoros, por exemplo.

As plantas também fazem parte dos Ciclos Biogeoquímicos, ou seja, são essenciais nos processos cíclicos de vários compostos na natureza. No ciclo do nitrogênio, por exemplo, as plantas absorvem o composto químico e o transformam em proteínas por meio de agrupamentos de aminoácidos. Já no ciclo da água e no ciclo do oxigênio, as plantas são parte fundamental, pois realizam o processo de transpiração e fotossíntese.

Flora, o que é? Definição, características, biomas e flora brasileira
Ipê, árvore típica do Cerrado

É possível notar que, em ambientes onde há grande variedade e extensão de plantas e vegetação, as condições ambientais são mais favoráveis. Ou seja, a variedade plantas atrelada a extensão vegetal proporciona ambientes mais úmidos e sombreados. Além disso, a ocorrência de chuvas é mais elevada e, por conta da fotossíntese, a qualidade do ar aumenta.

Os biomas

Quando falamos em bioma estamos nos referindo à um espaço geográfico com características específicas de vegetação. Dentro dos biomas estão os ecossistemas ou comunidades biológicas que compartilham o mesmo espaço. Assim, cada bioma é caracterizado pela quantidade ou espécies de vegetais que são encontrados, sendo a flora um dos principais fatores que determinam essas características.

Dentre os biomas presentes no mundo é possível encontrar o deserto, caracterizado por ser uma região quente e com pouca chuva. A vegetação do deserto sobrevive por meio da adaptação ao clima e as condições ambientes. São comuns os cactos – que necessitam de pouca água – e plantas de pequeno porte sem a presença de folhas.

Flora, o que é? Definição, características, biomas e flora brasileira
Vegetação típica do deserto

A floresta temperada é outro tipo de bioma. Caracterizada por possuir estações bem definidas, possui vegetação de grande porte, como os Carvalhos e as Nogueiras, além do solo ser propício para o cultivo e rico em nutrientes. Já a floresta tropical possui temperaturas médias e áreas com bastante umidade. A vegetação é composta por plantas com folhas largas e grandes, chamadas de  latifoliadas.

Bioma brasileiro

No Brasil, os biomas mais comuns são a Caatinga, o Cerrado, a Floresta Amazônica, o Mangue, a Mata Atlântica, bem como Mata das AraucáriasMata dos Cocais, Pampa e o Pantanal. Cada bioma possui características específicas e espécies endêmicas, ou seja, próprias da região.

Na Floresta Amazônica, por exemplo, a vegetação que predomina é a ombrófila. Esse tipo de vegetação é caracterizado por árvores de grande porte, como a seringueira, além de ambientes úmidos. Por outro lado, o Cerrado – também chamado de Savana – possui vegetação composta por troncos retorcidos e árvores espaçadas.

Flora, o que é? Definição, características, biomas e flora brasileira
Bioma Pampa ou Campos Sulinos

Já na caatinga, a vegetação predominante é composta por cactos, cecrópia e acácias. Outro bioma característico do Brasil é o Planalto Meridional, composto por mata de pinheiros e campos. A Mata Atlântica, por outro lado, é formada por bromélias e árvores do pau-brasil. Por fim, podemos destacar também os litorais, compostos por uma vasta vegetação que inclui restingas e manguezais.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que é Microbiota e o que estuda a Bioquímica.

Fontes: Brasil Escola, Quero Bolsa, Mundo Educação e Toda Matéria 

Imagens: Todo Estudo, Letras Ambientais, Mar sem fim, Todo Estudo, Info Escola e Klimanaturali

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.