Língua Portuguesa

Erros mais comuns na redação do Enem – Como corrigi-los e evitá-los

O Exame Nacional do Ensino Médio ocorre anualmente e junto a ele vem os terror dos estudantes, a redação. Vamos conhecer os erros mais comuns na redação do enem

Atualizado em 06/11/2019
Por Anna Julia Steckelberg

Afinal, será que existe uma padrão, uma espécie de lista de erros mais comuns na redação do Enem? Infelizmente, ou felizmente (depende do ponto de vista), existem sim pontos que uma boa parte dos examinados deixam escapar.

A parte boa, certamente, é que, devido ao padrão, é possível nos preparar para não cometer esses mesmos erros. A parte ruim, contudo, é que isso pode mostrar o quanto a escrita e a criação ainda são áreas deficientes no ensino Brasileiro.

Mas, antes de irmos aos erros mais comuns da redação do Enem, é preciso entender melhor do que se trata o exame. Não é verdade?

Afinal, o que é Enem?

Embora seja difícil quem ainda não saiba, o Enem se trata do maior método de avaliação de estudantes do Ensino Médio no Brasil. Além disso, ele serve para a ingressão em uma universidade.

Por isso, os jovens de todo o país se preparam durante o ano todo para tirarem uma nota boa e saírem bem na avaliação.

Sobre sua história, o Enem foi criado em 1998, na gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Para ser mais exato, o exame foi criado pelo então ministro da educação Paulo Renato Souza.

No princípio, a prova contava com 63 questões – bem menos do que as atuais 180 perguntas objetivas – e uma redação. A proposta era recolher os resultados do teste para auxiliar o governo na elaboração de políticas de melhoria na educação do País. Quatro edições depois, em 2001, o Enem já contava com mais de 1 milhão de inscritos, contrastando com os 157 mil inscritos da 1° edição, de 1998.

Em 2009, o governo federal mudaria de vez o caráter do Enem. Ele deixaria de ser apenas um medidor de qualidade do ensino médio e um gerenciador de bolsas de estudos para se tornar, também, um grande vestibular nacional. Desde então, ele passou a ser um processo unificado de seleção para universidades públicas de todo o país.

Bicho de 7 cabeças (e o por quê dos erros mais comuns da redação do Enem)

Embora a redação seja necessária e valha metade da nota, ela é considerada um monstro de 7 cabeças. Inclusive, por mais que alguns estudantes cheguem a ir para a prova com argumentos e macetes decorados,  existem alguns erros mais comuns na redação do Enem.

E quais são esses erros? Certamente, eles variam de erros de português a problemas de argumentos triviais e comuns.

Conheça aqui, os erros mais cometidos na redação do Enem
Fonte: ISTOÉ

Por isso, uma boa leitura e dedicação antes da prova fazem parte de uma boa preparação do aluno. Assim, é possível fugir dos erros mais comuns na redação do Enem.

Aliás, existem inúmeras maneiras de se livrar dos erros mais comuns na redação do Enem. Por exemplo, revisar com seus professores, praticar a escrita em casa, testar vários temas e ficar antenado nas novidades que acontecem no mundo.

Por isso, elaboramos essa lista abaixo. Se você for esperto, com certeza, vai usá-la ao seu favor!

5 erros mais comuns na redação do Enem

1. Fuga do tema

Erros mais comuns na redação do enem
Fonte: Vanessa Ribeiro

Certamente, esse é um dos erros que precisam de mais atenção! Sabe quando dá aquele branco ou você acaba viajando demais durante a produção textual? É nessas horas que você foge do tema proposto e isso pode zerar sua redação. É importante ler bem os textos de apoio e elaborar um rascunho para certificar que está tudo ok. Além disso, para não gerar também ambiguidade.

2. Erros ortográficos

Erros mais comuns na redação do enem
Fonte: Bonde

Os erros ortográficos nos perseguem em todos os lugares e assim como no Enem não seria diferente. Portanto, durante a prova é valido ler e reler seu texto várias vezes para garantir que não haja esse erro tão comum na redação do Enem. Por exemplo, um acento, uma troca de mau por mal, entre outros.

3. Primeira pessoa do singular

Os erros mais comuns na redação do enem entre os estudantes, saiba mais
Fonte: Jornal do Concurseiro

Inúmeros estudantes cometem esse erro comum na redação do Enem e acabam perdendo muita nota. Pois, deixar o seu texto dissertativa-argumentativo pessoal é um pecado enorme, mesmo quando for expor seu ponto de vista. Por isso, o ideal é usar sempre a terceira pessoal do singular ou do plural, para não dar um ar de pessoalidade.

4. Ausência de proposta de intervenção

Os erros mais comuns na redação do enem entre os estudantes, saiba mais
Fonte: Guia do Estudante

A proposta de intervenção é de extrema importância, ela deve ser coerente e ser uma solução viável. Por isso, vale lembrar que não se pode solucionar um problema com algo genérico ou gerar uma bola de neve, como é tão comum entre os estudantes. Portanto, deve-se ser claro e objetivo, trazer sugestões simples e validas, e que não fira os direitos humanos.

5. Intencionar os argumentos

Conheça aqui, os erros mais cometidos na redação do Enem
Fonte: Guia do Estudante

Esse erro comum é o mais delicado, para fugir de parágrafos vazios e triviais basta refletir bastante sobre o tema e planejar um esquema de dados e argumentos para defender sua tese. Ademais, ler e conhecer estudiosos é fundamental, você os incluem e fundamenta sua fala, além de enriquecer sua redação!

Esse foi o top 5 de erros mais comuns no Enem. Certamente, agora você sabe os caminhos para evitá-los. Agora é só se preparar para a prova e tirar aquela redação nota 1000! E, claro, não se esqueça que o descanso e o sono de qualidade também são fortes ingredientes para um bom teste.

Gostou dessa matéria? Venha ver essa também: Redação do Enem 2019 – Possíveis temas do ano + dicas de redação

Fonte: Blog do Enem, Segredos do Mundo

Fonte imagem: Uol

Próxima página »