Saúde

Correr longas distâncias pode diminuir o tamanho do seu cérebro

Entenda o efeito sanfona no cérebro de atletas que correm longas distâncias, a diminuição na massa chega aos 6%

Atualizado em 20/12/2015

O tempo todo fomos acostumados a ler notícias que aliavam saúde a exercícios físicos. Até aí tudo bem, faz e sempre fará sentido. Porém, pesquisadores da Alemanha publicaram recentemente um estudo polêmico, onde diz que correr por longas distâncias pode diminuir seu cérebro em 6%.

Detalhes desse estudo ainda estão sendo estudados, conforme ponderou o portal Science Alert, porque um fenômeno muito estranho acontece depois de seis meses com o corpo dos corredores: o cérebro volta ao tamanho normal.

Por isso pode-se dizer que o cérebro de corredores funciona mais ou menos como uma sanfona: abre e fecha 6% de sua massa.

O que dizem os pesquisadores sobre o efeito sanfona no cérebro dos corredores?

marathonss_1024

 

Mas, esse efeito sanfona no cérebro nem sempre é ruim. No mesmo estudo, outros resultados também apareceram aliados a saúde, divulgando o que muita gente já conhece: a ligação entre exercícios físicos e a saúde do cérebro, onde os exercícios podem, inclusive, diminuir o risco de doenças cerebrais degenerativas.

A equipe da Universidade de Ulm divulgaram que a parte do cérebro mais afetada é a mesma área responsável pelo processamento visual.

O lado positivo de exercícios físicos para o cérebro

corrida

corrida-e-hipertrofia-el-hombre1

Segundo Uwe Schütz, isso revela que o encolhimento pode estar relacionado ao fato de ficar olhando para uma estrada durante 64 dias em uma maratona, por exemplo. O estudo leva em consideração o efeito sanfona no cérebro porque a diminuição e aumento dos 6% da massa só foi observado por atletas que correm longas distâncais.

O pesquisadores apresentaram suas conclusões na reunião anual da Sociedade Radiológica da América do Norte. Scanners de ressonância magnética e testes de sangue e urina foram usados para realização do estudo.

Fonte: Science Alert
Fotos: Divulgação