Astronomia

Constelação Cruzeiro do Sul – Formação, características e localização

A Constelação Cruzeiro do Sul, formada por cinco estrelas, é a mais conhecida no Hemisfério Sul, além de ser uma das 88 constelações da UAI.

Atualizado em 03/05/2020

Quantas vezes você já olhou para o céu e identificou formas imaginárias nas estrelas? Essas formas, que podem ser de objetos, criaturas mitológicas, etc, são denominadas de constelações. Assim, existe um total de 88 constelações estabelecidas União Astronômica Internacional (UAI) e, uma delas, é a constelação Cruzeiro do Sul.

Também chamada de Crux, a constelação Cruzeiro do Sul é uma das mais importantes, especialmente no Hemisfério Sul. Apesar de não ser a maior das 88 constelações catalogadas, o conjunto de estrelas que formam o Cruzeiro do Sul está presente, por exemplo, em símbolos nacionais brasileiros. Por conta disso, possui importância cultural no país, além de ser a constelação mais conhecida.

Constelação, para relembrar, são as áreas celestiais divididas geograficamente em 88 regiões. Dessa forma, cada área possui um conjunto de estrelas que formam, por meio de linhas imaginárias, imagens. No caso do Cruzeiro do Sul, a imagem representada possui o formato de cruz.

Formação da Constelação Cruzeiro do Sul

As constelações são o conjunto de estrelas que representam imagens formadas por linhas imaginárias. Visto isso, as imagens podem ser de objetos, criaturas mitológicas ou deuses.

É uma denominação que surgiu ainda na Pré-História e foi aprofundada pela União Astronômica Internacional (UAI), que definiu constelação como toda a área do círculo celeste dividia de maneira geográfica.

Constelação Cruzeiro do Sul - Formação, características e localização
Conceitos

Além disso, de acordo com o alfabeto grego, as estrelas que compõem as constelações são classificadas em relação ao brilho. Ou seja, a estrela mais brilhante é denominada alfa, a segunda mais brilhante recebe o nome de beta e, assim, por diante.

A constelação Cruzeiro do Sul, neste caso, é formada por cinco estrelas conhecidas, principalmente, pela intensidade do brilho. São elas: Estrela de Magalhães, Mimosa, Pálida, Rubídea e Intrometida.

Características das estrelas Cruzeiro do Sul

As estrelas das constelações, como já mencionamos, são classificadas de acordo com o brilho. Visto isso, o Cruzeiro do Sul é formado pelas seguintes estrelas:

  • Estrela de Magalhães – também reconhecida apenas como Magalhães, é a estrela mais brilhante do Cruzeiro. Está localizada no eixo da constelação na direção sul;
  • Mimosa – é a segunda estrela mais brilhante e, por conta disso, também é chamada de Beta crucis, localizada na parte esquerda apontando para o leste;
  • Rubídea – terceira estrela mais brilhante, também chamada de Gama do Cruzeiro. Possui cor amarelada e aponta para o norte;
  • Pálida – chamada de Delta crucis, está localizada na parte direita apontando para oeste;
  • Intrometida – possui cor amarelada e está localizada logo abaixo da Pálida. Foi definida como “intrometida” porque interfere no formato perfeito da cruz.
Constelação Cruzeiro do Sul - Formação, características e localização
Cruzeiro dos Sul e outras constelações próximas.

Um fato muito curioso é que as estrelas não estão perto uma da outra, além de terem distâncias diferentes em relação a Terra. E você deve estar se perguntando, então, como conseguimos ver o formato das constelações. Certo? É tudo uma ilusão de ótica, ou seja, depende do ponto de vista pelo qual observações às estrelas.

Cruzeiro do Sul e o Brasil

Já reparou que a Bandeira do Brasil é composta por estrelas na parte azul? Pois bem, as estrelas representam os estados brasileiros e o Distrito Federal.

Mas, para além dos símbolos nacionais brasileiros, as estrelas também fazem parte da composição de outros símbolos dos países do hemisfério sul, como é o caso da bandeira do bloco econômico Mercosul.

Constelação Cruzeiro do Sul - Formação, características e localização
Câmara Municipal de Araras

Neste caso, é possível ver a representação da constelação Cruzeiro do Sul, além da bandeira, também no passaporte brasileiro e no brasão nacional. Dessa forma, no caso da bandeira, a constelação está posta de maneira invertida.

Você pode pensar que é um erro, mas a disposição das estrelas foi feita de maneira intencional. De acordo com a lei que explica sobre a composição dos símbolos nacionais, a constelação de forma invertida seria para alguém que a está observando de fora do abóboda celeste.

Constelação Cruzeiro do Sul - Formação, características e localização
Estados brasileiros e as estrelas que os representam.

Dessa forma, os estados que formam o Cruzeiro do Sul na bandeira, são:

  • Estrela nº 14 (Estrela de Magalhães) – São Paulo;
  • Estrela nº 15 (Mimosa) – Rio de Janeiro;
  • Estrela nº 11 (Rubídea) – Bahia;
  • Estrela nº 12 (Pálida) – Minas Gerais;
  • Estrela nº 13 (Intrometida) – Espírito Santo.

Por fim, além da presença nos símbolos nacionais, o Cruzeiro do Sul também faz parte das bandeiras da Austrália e Nova Zelândia.

Legal, não é? Então, se gostou da matéria, confira também como é formado o Sistema Solar o que é são Nebulosas.

Fontes: Brasil Escola e Hiper Cultura

Imagens: Significado dos nomes , Conceitos, Astronomia, Câmara Municipal de Araras e Estudo Kids

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.