Saúde

Cientistas desenvolvem bactéria que pode significar o fim da obesidade

Já imaginou que uma bactéria poderia trazer obesidade? Entenda como a pesquisa americana já testada poderia melhorar a vida de 30% da população mundial

Atualizado em 04/12/2015

Uma pesquisa desenvolvida pelos americanos pode revolucionar a relação dos gordinhos com a comida.

Certamente você conhece alguém que já se deu conta que o peso está atrapalhando a saúde, mas, apesar de ter tentado diversos meios, dietas e em casos mais radicais até cirurgias, sem que isso signifique, necessariamente a solução para suas obesidades.

A proposta dos cientistas é a criação de uma bactéria para combater ou frear a obesidade. No caso, essa bactéria seria responsável por diminuir o apetite. Se esse plano der realmente certo, cerca de 30% da população mundial pode mudar seus corpos.

O portal saúde ideal informou que esse número não é pequeno, estima-se que mais de 2 bilhões de pessoas atualmente possuem algum grau de obesidade.

Mas como essa bactéria atuaria?

Boy (12-14) eating cotton candy, close up

De acordo com informações preliminares, a bactéria criada decorre de uma mutação da E.coli, uma bactéria que já está presente em nossa flora intestinal, tida como inofensiva. Mas, com a intervenção dos cientistas americanos, essa bactéria passou a fabricar o hormônio N-acilfosfatidiletanolamina, que tem como um dos principais objetivos informar nosso cérebro que já comemos o bastante, ou seja, que estamos satisfeitos.

Essa bactéria já foi testada em algum ser vivo?

gordinhas-comendo-salada-cor

Sim, essa pesquisa apesar de nova, já saiu do papel, quando foi testada com um grupo de ratinhos de laboratório. No experimento, os ratos receberam a bactéria misturada com água e tiveram comida à vontade durante oito semanas.

Depois desse período, os cientistas pesaram os ratos e descobriram que eles haviam emagrecido. Isso significou, portanto, sucesso no experimento da bactéria com ratos, ela realmente conseguiu inibir o apetite dos ratos e fez com que eles emagrecessem.

homem-mais-gordo-do-mundo-morre-nesta-sexta

A próxima etapa é testar a bactéria em humanos, caso dê certo, ao tomar um simples liquido, talvez até incorporado em alguma coisa que você ja iria beber, a bactéria pode te deixar co menos fome. E, ao logo do tempo, fazer com que você emagreça.

Fonte: Saude Ideal
Crédito Imagens: Divulgação