Física & Química

Chuva ácida: as gotas da destruição

Você sabia que toda chuva é ácida? Em algumas intensidades, essa acidez pode causar problemas ao ser humano e afetar monumentos históricos

Atualizado em 08/11/2018

Você sabe o que é uma chuva ácida? Hoje o Conhecimento Científica vai te explicar. Toda chuva combina gás carbônico e água presentes na atmosfera, produzindo ácido carbônico que, mesmo em pequena quantidade, já torna as chuvas normalmente ácidas.

Um dos primeiros cientistas a usar o termo “chuva ácida” foi Robert Angus Smith (climatologista inglês). Em 1872, início da revolução industrial, ele presenciou o fenômeno em Manchester (Inglaterra). Foi nesse momento que os pesquisadores começaram a desconfiar da relação entre a poluição atmosférica e o aumento dos ácidos.

Composição

A chuva ácida acontece quando a atmosfera apresenta muito enxofre (SO2) e óxidos de nitrogênio (NO, NO2, N2O5) que, em contato com o hidrogênio em forma de vapor, formam ácidos como o ácido nítrico (HNO3), ou o ácido sulfúrico (H2SO4).

chuva ácidaa

Chuva ácida é um fenômeno atmosférico causado em escala local ou regional e está muito relacionada com o lançamento de poluentes produzidos pelas atividades humanas. Por esse motivo, as grandes cidades como Nova York (EUA), Berlim (Alemanha) e São Paulo (Brasil) já sofrem com os efeitos da chuva ácida há décadas. As universidades passaram a dar atenção especial a esse tema há cerca de 20 anos, principalmente os ecologistas, geógrafos e cientistas do clima.

As pesquisas nessa área tem aumentado porque esse tipo de chuva afeta diretamente nossa vida. A Universidade do Minho, por exemplo, já realizou um estudo sobre o índice da qualidade do ar em grandes cidades. E a Universidade de São Paulo, relacionou os eventos meteorológicos e a chuva ácida em São Paulo.

O Cary Institute of Ecosystem Studies, com sede em Nova Iorque, que foi fundado em 1983, também reserva atenção a problemas da Chuva Ácida e possíveis soluções.

Consequências

A chuva ácida pode provocar o desequilíbrio ambiental atacando diretamente a fauna e da flora, dependendo da quantidade de substâncias tóxicas vindas com a chuva o solo fica exposto à erosão. A chuva ácida também afeta os rios e lagos, se o Ph for menor que 2,3, espécies podem ser extintas, desequilibrando assim o ecossistema aquático.

O ser humano, em contato direto com essas chuvas, tende a ficar com a pele bem ressecada. E em caso de inalar por muito tempo certos poluentes, pode ter náuseas, dor de cabeça e doenças respiratórias graves.

Dia de chuva registra problemas no trânsito de Porto Alegre
As gotas de chuva: além dos problemas no trânsito, podem causar problemas respiratórios e de pele.

Outro impacto causado pelas chuvas ácidas é a corrosão nos metais, nas pinturas e nos monumentos históricos dos grandes centros poluidores. Veja que obras ao redor do mundo já foram afetadas:

Profeta(1)
Um dos profetas criados por Aleijadinho – Minas Gerais – Brasil
98b044e77c4a5bce413ff3435b07a658
Catedral de Notre Dame, em Paris – França
thumb_IMG_8062_1024
Coliseu, em Roma – Itália
800pxBrussels_floral_carpet_B1
Dom Catedral, em Colônia- Alemanha