História

Campos de concentração, o que eram? História e principais campos

Campos de concentração eram utilizados com o objetivo de segregar grupos sociais. Os judeus foram as principais vítimas durante o Holocausto

Atualizado em 22/10/2019
Por Dayane Borges

Quem conhece o que foi a Segunda Guerra Mundial, provavelmente, deve saber que um dos episódios mais lamentáveis eram os campos de concentração nazistas. Construídos para eliminar, principalmente, os judeus durante a dominação de Hitler e do Partido Nazista, os campos de concentração utilizavam câmaras de gás para causar as mortes.

Dessa forma, elaborados em 1933 e perdurando até o final da Segunda Guerra, em 1945, os campos de concentração foram utilizados durante o período que ficou conhecido como Holocausto. Além disso, eram responsáveis por segregar grupos políticos e econômicos ou estrangeiros.

Assim, judeus eram capturados e levados para os campos nazistas. Eram pessoas que iam de médicos, advogados, escritores à trabalhadores autônomos. Com isso, eram colocados para trabalhar e a viver em situações desumanas, passando fome, sendo maltratados e mortos.

Os campos de concentração

Os campos que ficaram mais conhecidos pelo alarmante número de mortes foram construídos na Polônia. Em síntese, os nazistas utilizavam monóxido de carbono ou Zyklon B nas câmaras de gás. Com isso, o maior campo nazista e o que consta o maior número de mortes é Auschwitz-Birkenau, totalizando 1,2 milhão de pessoas.

Campos de concentração - o que eram? Principais campos e o holocausto
Campo de concentração em Auschwitz. Fonte: Turismo

Nesse sentido, os campos de concentração tinham o objeto de separar as pessoas que não atendiam às ideias impostas pelo governo nazista. Assim, eram capturados políticos, classes sociais diversas, estrangeiros e etc. Os campos nazistas ficaram mundialmente conhecidos pelo esquema de segurança e a forma como as pessoas eram executadas.

Os campos de concentração pelo mundo

Durante diferentes períodos na história os campos de concentração também foram utilizados com a finalidade de segregação social. Porém, os campos nazistas são os mais conhecidos pelo número de mortes e pelas consequência que causaram durante o Holocausto.

Alguns campos foram construídos durante guerras e em diferentes países, como por exemplo:

  • Cuba – os campos foram construídos durante o período colonial;
  • África do Sul, durante a Guerra dos Bôeres;
  • Sudoeste Africano Alemão (antiga colônia alemã e atual Namíbia), durante o massacre promovido pelos alemães contra os hererós e namaquas;
  • União Soviética – os campos eram chamados de gulags e foram construídos durante o período stalinista.
  • Bósnia, durante a Guerra da Bósnia. Foram construídos por sérvios para aprisionar bosníacos (bósnios muçulmanos).

Os campos nazistas

Os campos de concentração nazistas eram compostos por todas as pessoas que se opunham ao governo de Hitler e, principalmente, os judeus. Porém, o primeiro campo nazista foi o de Dachau. Assim, foi construído para receber comunistas e social-democratas, totalizando 200 prisioneiros.

Deste modo, não demorou muito para que os relatos de violência e maus-tratos  fossem relatados. Assim, com poucos dias de funcionamento, 12 mortes foram constatadas no campo de Dachau. Nesse sentido, acreditá-se que a criação do primeiro campo de centração foi o início para que outros campos fosse criados.

Campos de concentração - o que eram? Principais campos e o holocausto
Prisioneiros em campos de concentração. Fonte: Medium

Todavia, somente após três anos de criação do primeiro campo de concentração que os judeus começaram a ser capturados. Em síntese, os alemães realizaram uma operação que ficou conhecida como Noite dos Cristais.

Por consequências, os prisioneiros foram usados como mão de obra nas construções dentro dos campos, além de passarem fome, serem maltratados e mortos pelas câmaras de gás.

Porém, as execução das pessoas judias não foi a ação inicial dos alemães. Antes mesmo dos judeus, os nazistas já matavam pessoas com deficiência física e mental. Com isso, a ação era feita pelo “programa de eutanásia”, conhecido como Aktion T4.

Nesse sentido, as pessoas eram executadas em câmaras de gás de monóxido de carbono e foram constatadas 70 mil mortes. Assim, o objetivo era fazer da nação nazista uma raça “pura”. Além disso, acreditá-se que os campos de concentração não surgiram do nada e sim, que tenham sido planejados e premeditados por Hitler.

Doenças nos campos de concentração

Os campos de concentraram eram mantidos em condições desumanas. Assim, diversos tipos de doenças e infecções eram possíveis de serem contraídas. Além disso, pelas inúmeras agressões os judeus sobreviviam em situações de extrema desnutrição e feridos.

Campos de concentração - o que eram? Principais campos e o holocausto
Fonte: Opinião e Notícia

Nesse sentido, a má alimentação aliada ao maltrato dos prisioneiros ocasionavam quadros de edemas, diarreia, úlceras e doenças do estomago e intestino. Além disso, o frio era um aliado na proliferação de doenças e infecções como bronquite e pneumonia.

O Holocausto

Holocausto é o nome dado ao massacre cometido contra a sociedade de judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Assim, ataques e prisões eram comandados por Hitler, chefe do Partido Nazista. Nesse sentido, mais de 6 milhões de judeus foram executados pelos nazistas em grupos de extermínio e câmaras de gás.

Porém, as câmaras de gás só foram implantadas quando os grupos de extermínio foram considerados uma forma “não-adequada” de execução. Dessa forma, seis campos de concentração foram construídos para aprisionar e executar os judeus. Assim, foram construídos na Polônia os campos de Auschwitz, Belzec, Chelmno, Majdanek, Sobibor e Treblinka.

Como forma de brandar a população alemã sobre os atos de extrema violência cometidos, os alguns campos era chamados de concentração ou campos de trabalho. Contudo, os judeus eram espancados, não tinham alimentação suficiente e eram mortos por motivos banais.

Campos de concentração - o que eram? Principais campos e o holocausto
Fonte: O Povo

Dessa forma, as mortes nos campos de concentração foram alarmantes. Assim, o campo de Auschwitz-Birkenau foi o que mais executou judeus, totalizando 1,2 milhão de pessoas. Confira a ordem:

  • Auschwitz-Birkenau: 1,2 milhão de pessoas
  • Treblinka: 800 mil pessoas
  • Belzec: 600 mil pessoas
  • Chelmno: 300 mil pessoas
  • Sobibor: 250 mil pessoas
  • Majdanek: 80 mil pessoas

Os campos de concentração e as atrocidades cometidas só foram reconhecidos após a Segunda Guerra Mundial. Assim, os atos cometidos pelos nazistas foram julgados em comissões especiais que foram montadas para julgar os crimes de guerra como o Holocausto e os ataques à Hiroshima e Nagasaki, por exemplo.

Gosta de história? Então, aproveita e confere essa outra matéria aqui Primeira Guerra Mundial – Causas, países envolvidos e consequências

Fontes: História do Mundo, Mundo Educação

Fonte imagem destaque: Viajo logo existo

Próxima página »