Saúde

Baixo consumo de glúten pode levar à diabetes, revela estudo

Atualizado em 16/03/2017

As dietas que excluem o glúten da alimentação tornaram-se muito populares na última década. A proteína é encontrada em vários cereais, como o trigo e a cevada, e deve ser evitada por pessoas alérgicas ao glúten.

Um estudo publicado recentemente descobriu que os  participantes da pesquisa que consumiram mais glúten foram 13% menos propensos a desenvolver a diabetes tipo 2, em comparação com as pessoas que ingeriram menos a proteína.

Atenção!

Pode parecer contraditório, e de certa forma é, mas a relação entre o glúten e diabetes não é direta. Na verdade, o que acontece é que a redução do consumo de glúten pode levar a redução do consumo de fibras, o que é verdade se não houver uma substituição por aveia sem glúten, frutas, outros cereais integrais, etc. E a redução do consumo de fibras é que pode aumentar o risco da diabetes.

Portanto, se você não consome glúten por algum motivo, lembre-se que é fundamental a reposição das fibras em sua dieta. O consumo de fibras ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue ao regular os níveis de insulina, ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue e também o risco de alguns tipos de cancro.

Ao aumentarem a sensação de saciedade, são muito importantes para quem quer perder peso ou simplesmente não engordar.

 

Imagens: Reprodução da internet.