Fauna

As abelhas estão sumindo. Como isso te afeta?

As abelhas estão sumindo. Você sabia que isso pode afetar sua segurança alimentar?

Atualizado em 08/10/2015

Cientistas de diferentes continentes constataram: As abelhas estão sumindo. Mais do que fazer mel ou serem bonitinhas, as abelhas possuem papel importante em nossa vida. Uma de suas funções principais está ligada a segurança alimentar.

As abelhas são importantes polinizadores disponíveis na natureza. Na última década, muitos estudos se voltaram à saúde das abelhas com objetivo de identificar as causas do sumiço elevado de comunidades de abelhas. A maior parte desse trabalho foi realizado na Europa e América do Norte, onde as abelhas são exploradas comercialmente de maneira mais intensa. Os cientistas observar a interação de muitos fatores que afetam a saúde das abelhas.

Pesquisadores afirmam não possuírem ainda todas as informações necessárias para explicar o porquê das abelhas estarem sumindo. O caminho para essa informação passa por entender como as abelhas lidam com pragas.

As abelhas africanas também estão sumindo?

1183
O sumiço das abelhas pode afetar nossa segurança alimentar

Não necessariamente. Ou pelo menos não na mesma velocidade que as abelhas europeias e americanas. Isso inclusive pode ser uma pista muito grande na busca científica. O problema é que a Apis mellifera (abelha África) não são tão dóceis quanto as abelhas européias e além de serem agressivas, dificilmente aceitariam ser confinadas artificialmente.

Abelhas do Brasil

ciencia-animais-abelhas-apicultura-20140130-004-size-598
No Brasil o sumiço das abelhas tem relação com o uso de agrotóxicos

No Brasil, alguns relatos marcantes sobre o sumiço de abelhas aconteceu em 2007. Os apicultores que primeiro se manifestaram são do Piauí, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Paulo. Uma causa é a exposição a pesticidas em plantações de laranja, cana-de-açúcar e soja.

“Os laranjais, que já foram importante fonte de néctar para a produção de mel, são hoje perigosos, dada a quantidade de agrotóxicos usada em razão de doenças como o greening”, relatou De Jong, que trabalha com abelhas desde os 12 anos.

“Novos patógenos recém-descobertos no país também têm sido encontrados em amostras de apiários onde houve perda expressiva de colmeias.”, completou.