Astronomia

5 eventos astronômicos que ainda acontecem em 2016

Chuvas de meteoros, grandes luas e uma série de outros acontecimentos que vão deixar o céu lindo. Confira 5 eventos astronômicos que ainda acontecem em 2016

Atualizado em 29/03/2016

Se o ano de 2015 foi um período cheio de eventos mirabolantes, como superluas e chuvas de meteoros à torno e à direito, o ano de 2016 vai ser mais tranquilo, digamos assim. Nem mesmo os famosos eclipses poderão ser vistos do Brasil.

E, mesmo que o ano já tenha começado, o ápice dos eventos astronômicos vão acontecer mesmo no quinto mês do ano. Como você vai ver na lista abaixo, vários eventos raros vão ter o céu de 2016 como palco, especialmente em maio, como o Trânsito de Mercúrio. E isso, claro, sem contar a chuva de meteoro que terá seu ápice no mesmo mês.

Então, se você gosta dos espetáculos que o céu pode proporcionar, é melhor acompanhar a lista e se programar. Alguns acontecerão durante o dia, outros à noite, invadindo a madrugada à dentro.

Há ainda os que precisarão de artifícios para serem observados e o que mostrarão toda sua magnitude à olho nu. Quer ver? Acompanhe a seleção abaixo, preparada por especialistas no assunto, e que escalaram apenas os principais eventos que poderão ser vistos no País.

Veja 5 eventos astronômicos que ainda acontecem em 2016:

1. Chuva de meteoros Eta Aquarídeas – 7 de maio

4

Outras acontecerão durante o ano, mas a principal das chuvas de meteoro terá seu ápice no dia 7 de maio e poderá ser vista a olho nu, em todo o País. O fenômeno acontece todos os anos, entre os dias 19 de abril e 28 de maio.

A chuva de meteoros ficará visível a partir das 3h da manhã, mas o melhor horários para observá-la será uma hora antes do Sol nascer.

2. Trânsito de Mercúrio – 9 de maio

1

Esse é um dos eventos astronômicos mais raros desse ano e se caracteriza pela passagem do planeta Mercúrio entre o Sol e a Terra. Conforme especialistas, o trânsito de Mercúrio só acontece 13 vezes ao longo de um século e é tão raro como se fosse um eclipse.

Mas, devido a distância, o efeito é mais simples: o planeta vai parecer uma pequena bola negra passando na frente do Sol e não o encobrindo, mesmo que parcialmente. Esse ano, aliás, o evento vai começar por volta das 8h08 e deve terminar às 15h36.

Para observar, é preciso usar binóculos ou telescópios. Ninguém deve olhar para o sol sem proteção ou com materiais caseiros, mesmo que sejam chapas de raio X.

3. Oposição de Marte – 22 de maio

3

Outro dos eventos astronômicos que vão se destacar esse ano, é o posicionamento da Terra entre Marte e o Sol. O País inteiro vai conseguir ver o fenômeno em andamento desde o início da noite até o nascer do Sol, cortando o céu na direção Leste.

4. Superluas – 16 de agosto, 14 de novembro e 14 de dezembro

5

Como todo mundo sabe, quando esses eventos astronômicos acontecem a Lua parece ficar maior e mais brilhante que o normal. Isso porque o perigeu lunar, ponto em que a Lua fica mais próxima da Terra, coincide com a fase cheia desse nosso satélite natural. Nesses dias, aliás, é possível que a Lua pareça entre 14% e 30% maior que seu tamanho natural.

5. Conjunções planetárias – 27 de agosto

2

O que acontece nesses eventos astronômicos? Dois corpos celestes parecem estar muito próximos, quando vistos do céu. Em janeiro, foram observadas as conjunções planetárias de Vênus e Saturno e, em agosto, no dia 27, será a vez de Vênus e Júpiter. O evento deve ter início por volta ao entardecer e ficará visível, a olho nu, até as 19h30.

E, então, anotou todos os principais eventos astronômicos do ano?

E, por falar em eventos astronômicos raros, você precisa conferir também: Fotógrafo consegue capturar alinhamento raro de Vênus, Marte e Júpiter.

Fonte: Veja