Cientistas descobriram uma maneira de fotografar pessoas através de paredes usando Wi-Fi

Que o sinal WiFi pode atravessar paredes nós já sabemos. Afinal, é a explicação de podermos navegar na web usando um roteador sem fio localizado em outra sala. O que você provavelmente não sabe é que o sinal WiFi transforma sua casa em uma verdadeira lampada invisível.

Agora, cientistas alemães encontraram uma maneira de explorar esta propriedade para tirar fotografias em 3D de objetos e pessoas dentro de um ambiente que tenha uma rede WiFi.

Philipp Holl, um estudante de física de 23 anos da Universidade Técnica de Munique, desenvolveu o dispositivo como parte de sua tese de bacharelado com a ajuda de seu orientador acadêmico, Friedemann Reinhard. Os dois mais tarde submeteram o estudo à revista Physical Review Letters, que publicou seu artigo no início de maio.

Holl diz que a tecnologia ainda é apenas um protótipo, tendo uma imagem com resolução limitada, mas ele diz estar animado com as possibilidades.

“Se há uma xícara de café sobre uma mesa, você pode ver que algo está lá, mas ainda não é possivel saber exatamente que é uma xícara”, diz Holl. “Mas já é possível identificar uma pessoa, ou um cão, em um sofá. Qualquer objeto maior que 4 centímetros de tamanho já pode ser identificado facilmente.”

Como funciona

 

A capacidade de enxergar através de paredes usando Wi-Fi tem sido desenvolvida e pesquisada à anos.

Algumas configurações podem detectar intrusos domésticos ou rastrear objetos em movimento com uma ou duas antenas Wi-Fi. Outros usam uma matriz de antenas para construir imagens 2D. Mas Holl diz que ninguém usou Wi-Fi para fazer um holograma 3D de um quarto inteiro, e os as pessoas e objetos dentro dele.

Resumidamente o método do estudante envolve duas antenas WiFi, uma fixa e outra em movimento, para registrar o “brilho” e a fase do sinal. Posteriormente os sinais de ambas as antenas são transferidos simultaneamente para um computador, e o software elimina as diferenças de intensidade e fase “mais ou menos em tempo real”, diz Holl.

É aí que a magia acontece: O software constrói várias imagens 2D como uma antena, em seguida, combina essas imagens para construir um holograma 3D.

As imagens geradas podem não parecer “grande coisa”, mas provam que o conceito funciona.

Philip Holls e Friedemann Reinhard / Physical Review Letters (CC BY 3.0)

Aplicações

As aplicações para a holografia Wi-Fi são bastante amplas, diz Holl. Por exemplo, adicionando uma série de antenas dentro de um caminhão, seria possível ajudar uma equipe de resgate detectar pessoas em escombros deixados por um terremoto – ou agências de espionagem ver se alguém está em casa.

“Provavelmente seria possível usar um drone para mapear o interior de um edifício inteiro em 20 a 30 segundos”, disse ele.

Holl criou o vídeo abaixo para mostrar como a tecnologia de sua equipe funciona.

 

Fonte: Business Insider.
Imagens: Reprodução.


Comentários