Tripofobia, o transtorno que você nunca ouviu falar: medo de buracos

Trypophobia é “a fobia mais comum que você nunca ouviu falar”, disse o pesquisador Geoff Cole, psicólogo da Universidade de Essex, na Inglaterra, que sofre com o transtorno.

De acordo com o site Trypophobia.com, a condição consiste em um “tipo estranho de fobia e pode ser generalizada como um medo de padrões geométricos. Estamos falando especificamente de padrões criados pela natureza”.

Em pessoas que sofrem de tripofobia, a imagem de bolhas de sabão, chocolate aerado, ou outros objetos com conjuntos de buracos podem causar enxaquecas, ataques, suores e crises de pânico. O medo pode vir de uma semelhança visual com animais venenosos, de acordo com um novo estudo.

Apesar de uma quantidade significativa de queixas na internet, a fobia não é reconhecida como uma desordem pelo manual de saúde mental recentemente atualizado, o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5).

O experimento de Geoff Cole

Flor de lótus seca. Fonte da imagem: Shutterstock

Para entender de onde vem essa fobia, Geoff Cole e sua equipe buscaram a relação visual entre os objetivos que disparavam as reações nas pessoas com o transtorno. Para isso eles compararam 76 imagens do site Trypophobia.com com 76 imagens de buracos não associados com a fobia.

As 76 imagens sem associação com a fobia tinham a mesma estrutura visual que as imagens tiradas do site, como listras, que às vezes pode desencadear enxaquecas.

O resultado

Um participante com tripofobia deu a pista para entender a forte aversão a certos padrões de buraco: Ele relatou ter esta mesma reação negativa quando olhava para um polvo de anel azul, um dos animais mais venenosos do mundo.

Polvo-de-anéis-azuis. Fonte da imagem: Shutterstock

Para investigar se a criaturas venenosas poderia estar causando a fobia, Cole e seus colegas analisaram imagens do Polvo-de-anéis-azuis, do escorpião Deathstalker, da Cobra Real e outros animais venenosos com características semelhantes.

Conclusão

A reação repulsiva de pessoas com Tripofobia a conjuntos de buracos pode ser um efeito colateral de uma adaptação evolutiva para evitar animais venenosos. “Imaginamos que todos têm tendências tripofobicas mesmo que não estejam cientes disso”, disse Cole. “Temos uma predisposição inata em ser cautelosos com as coisas que podem nos prejudicar.”

Mesmo as pessoas que não eram tripofóbicas classificaram as imagens como “desconfortáveis”, disse Cole, que acrescentou que ele curou sua própria Tripofobia olhando para as imagens com uma frequência suficiente para que ele se tornasse dessensibilizado.

Você tem Tripofobia?

Bom, agora que você já sabe o que é e o que causa essa fobia bastante incomum, vamos descobrir se você sofre com esse transtorno. Se você se sentir mal ao olhar para as imagens abaixo, provavelmente você é um tripofóbico.

Bolhas. Fonte da imagem: Shutterstock

 

Chocolate aerado. Fonte da imagem: Shutterstock

 

Pica-pau. Fonte da imagem: Reprodução/Buzzfeed

 

Alhos. Fonte da imagem: Reprodução/Buzzfeed

 

Crustáceos. Fonte da imagem: Reprodução/Trypophobia

 

Canudinhos coloridos. Fonte da imagem: Reprodução/Trypophobia

 

 

Fontes: Mega Curioso e LiveScience.
Imagens: Reprodução.

 


Comentários