Por que sentimos vontade de morder pés de bebês? A ciência explica!

Você já viu um bebê tão bonito que sentiu vontade de morder seus pés, ou suas bochechas? Fique calmo, por mais estranho que essa vontade de morder bebês possa ser, não há nenhuma relação com canibalismo.

Esse desejo de mordiscar pés de bebês é um exemplo de expressão dismórfica: a maneira que sentimentos positivos intensos são expressados de outra maneira que poderiam ser considerados negativos.

A psicologa Oriana Aragon e sua equipe publicaram um estudo onde fotos de bebês, cujos traços infantis tinham sido modificados digitalmente para parecerem mais bonitos, eram mostradas à participantes do experimento. Em seguida, eles avaliaram o quanto eles concordavam, em uma escala de 1 a 100, com declarações que começavam com “Quando eu olho para este bebê”, e terminavam com coisas como “Sinto-me como se estivesse sobrecarregado por fortes sentimentos positivos”, “Quero protegê-lo” ou “Sinto vontade de beliscar as bochechas! “.

Sem surpresa, os pesquisadores descobriram que quanto mais bonito era o bebê, mais os participantes sentiam um desejo de beliscar, mordiscar, e outros sentimentos expressados em agressão.

Em seguida eles fizeram algo diferente. Eles testaram os participantes antes, imediatamente depois, e cinco minutos depois de ver as fotos dos bebês bonitos. As pessoas que expressaram mais os sentimentos de “agressão” no momento que visualizavam as fotos, tiveram os maiores declínios nos sentimentos positivos cinco minutos depois.

Embora possa parecer estranho, os especialistas acreditam que existem benefícios evolutivos nesse comportamento!

De acordo com a antropóloga Gwen Dewar, mordiscar os dedos do pé de um bebê não é tão diferente das mordidas fracas que os cães trocam entre si quando estão brincando. Nenhum dos dois exemplos é uma violência real. Ao contrario, pode ser uma demonstração de confiança.

Os macacos-capuchinhos, por exemplo, às vezes mordem cuidadosamente os dedos uns dos outros suavemente para evitar causar dor. “Os pesquisadores acham que os macacos podem estar testando seus laços sociais”, “Sou tão confiável que você pode até enfiar os dedos na minha boca”, diz Gwen.

É uma questão de equilíbrio de emoções

A expressão dimórfica pode ser uma forma de nos equilibrar. “As expressões dimórficas dos sentimentos podem ajudar a regular as emoções, possivelmente através do equilíbrio de uma emoção com a expressão de outra. Se a expressão de uma emoção regula outra emoção, é normal que expressamos de forma negativa quando as emoções positivas são grandes [ …] “Os pesquisadores apontam que a mesma coisa acontece quando as pessoas sorriem durante cenas de filme intensamente tristes – elas as ajudam a se recuperar da triste emoção mais rapidamente.

Pense nisso: se você ficasse 24 horas “adoram a fofura” de seus filhos, você não conseguiria fazer mais nada além disso. A expressão dismórfica ajuda a equilibrar esse sentimento, e como resultado, faz de você um melhor cuidador.

 

Fonte: Curiosity.
Imagens: Reprodução.


Comentários