Essa colher melhora o gosto da comida enganando seu cérebro

Seria incrível se existisse um jeito de melhorar um prato sem mexer na comida, certo?  Pois foi o que um estúdio de design e pesquisadores da Universidade de Oxford conseguiram fazer!

Batizada de Gôute, a peça é criação do estúdio Michel/Fabian e foi testada em Oxford. A pesquisa concluiu que o sabor percebido pelos voluntários era 40% melhor do que a mesma comida provada com uma colher normal.

A explicação? o formato foi minuciosamente pesquisado para mexer com o seu cérebro. Ele tenta imitar uma das suas primeiras experiências gastronômicas: lamber os dedos. O projeto foi baseado na hipótese de que você come enfiando um objeto estranho na boca, de plástico ou de metal, e que isso, de alguma forma, afeta sua percepção da comida.

Assim, a colher acaba promovendo uma experiência similar à de comer com as mãos, sem o lado ruim de ter que limpar os dedos melados.

Tão gostoso que é de lamber os dedos

Desde pequeno, você deve ter associado a experiência de comer algo muito gostoso com o ato de lamber os dedos. Quem nunca tomou bronca por deixar marca do indicador na sobremesa? Essa também pode ser a explicação psicológica por trás da colher.

De acordo com os criadores, a Gôute melhora a sensação de cremosidade e a intensidade dos sabores doces. Mas para ter uma dessas será necessário desembolsar mais de R$ 110,00!

 

Fonte: Superinteressante.
Imagens: Michael/Fabian.


Comentários