Você passaria num teste de ignorância? Responda 3 perguntas e descubra!

Hans Rosling, um médico, estatístico e acadêmico, dedicou sua vida para combater a “devastadora ignorância”. Por intermédio de sua organização, a Fundação Gapminder, que promove o desenvolvimento sustentável, ele desmentiu alguns mitos que existem em todo o mundo sobre a evolução populacional e o desenvolvimento global.

Por suas contribuições cientificas nessa área, o médico ficou conhecido como o  “profeta da demografia”.

Infelizmente o cientista faleceu em fevereiro desse ano.

Hans também ficou famoso pelo seu “Teste de ignorância”, um conjunto de 3 questões sobre temas que sempre ouvimos falar, mas que muitas vezes temos informações defasadas.

O teste

Pergunta 1

GETTY IMAGES

Sabe-se que a vacina mais importante para as crianças é a de sarampo, especialmente para as crianças subnutridas, que podem morrer por causa da doença.

Quantas crianças de um ano estão vacinadas contra o sarampo em todo o mundo?

a) 2 em cada 10

b) 5 em cada 10

c) 8 em cada 10

Pergunta 2

GETTY IMAGES

Em 1950, havia no mundo menos de 1 bilhão de crianças menores de 15 anos. No final do século 20, o número duplicou, chegando a 2 bilhões.

A ONU estimou quantas crianças menores de 15 anos haverá ao final do século 21.

Qual é a quantidade estimada?

a) 4 bilhões (a cifra continuará duplicando)

b) 3 bilhões (o crescimento sofrerá uma desaceleração)

c) 2 bilhões (não haverá mais crescimento)

Pergunta 3

GETTY IMAGES

Como mudou nos últimos 20 anos a proporção da população mundial que vive na pobreza extrema?

a) Duplicou

b) Se manteve igual

c) Caiu para a metade

Respostas

Nos três casos a resposta correta é a opção c.

Você acertou?

Explicação

Pergunta 1:

Os governos trabalharam em conjunto com a Fundação Bill e Melinda Gates, donos da Microsoft, juntos com a Unicef e conseguiram que a vacina chegasse às pessoas.

Hoje aproximadamente 80% das crianças são vacinadas contra o sarampo.

Pergunta 2:

Mesmo que em alguns lugares o número de jovens tenha aumentado, na Europa e na Ásia os números tem caído. E ainda que a estatística mostre que a população mundial chegará na casa dos 11 bilhões até o final desse século, o número de 2 bilhões de crianças menores de 15 anos não mudará.

Na verdade, o fato de que o número de crianças deixou de subir é um evento que tem preocupado muitos especialistas.

Pergunta 3:

A pobreza extrema diminuiu nos últimos anos. É chocante que a maioria das pessoas não saibam disso, mesmo os supostamente instruídos.

E por que somos tão ignorantes?

Segundo o próprio Hans Rosling, em entrevista a BBC, as pessoas normalmente se especializam em um assunto específico e quando estudaram assuntos globais na escola, aprenderam com os dados disponíveis na época – que muitas vezes ficaram defasados.

“Ainda existe essa noção de que há um mundo em desenvolvimento, que reúne países como Brasil e Somália”, exemplificou.

“Mas o Brasil tem uma renda per capita 24 vezes maior que a Somália. É uma estranha mania de dividir o mundo em dois, que já não se sustenta.”

 

 

Fonte: BBC.
Imagens: Reprodução.


Comentários