Conheça os exuberantes e preservados rios americanos

Uma série de rios americanos são protegidos por lei federal. Por esse e outros incentivos, foi possível verificar nas imagens a seguir diversos rios exuberantes, que ainda hoje se mantêm preservados.

Antes da proteção, durante parte do século 20, o governo federal americano buscou represar os principais rios do país com objetivo de utilizar a força das águas na geração de energia elétrica, na irrigação, na navegação, no fornecimento de água ou mesmo o controle de enchentes.

Uma das localizadas que mais sofreu com essa atitude foi o oeste árido, onde se localiza o Grand Canyon. Engenheiros do Exército americano chegaram a avaliar cinco locais visados para represas em um único rio: o Middle Fork.

Como dois irmãos auxiliaram na proteção dos rios americanos?

foto-ampliada-842-c5

O caminho da proteção desses rios, para evitar que fossem transformados em corrente de lagos artificiais, foi impulsionado, principalmente, por dois irmãos: John Craighead e Frank Craighead. Hoje existe uma organização dedicada os dois.

John é muito reconhecido por seus estudos na linha da biologia selvagem, hoje ele possui 95 anos, e, infelizmente, perdeu seu irmão gêmeo Frank, que dedicou em vida muitos anos ao estudo de ursos pardos.

Os irmãos gêmeos publicaram muitos artigos e ajudaram na produção de documentários da National Geographic. O trabalho deles serviu como inspiração na preservação de espécies em extinção em 48 estados nos EUA.

No entanto, a conquista que parece deixar John Craighead mais orgulhoso foi a aprovação da Wild and Scenic Rivers Act (Lei dos Rios Selvagens e Belos). A Revista da National Geographic publicou um texto especial (em inglês), comentando as mais de 4 décadas da aprovação da lei.

Quanto tempo levou e como foi o processo de aprovação da lei?

foto-ampliada-842-fn

A aprovação dessa lei envolveu, no mínimo, uma década de trabalhos, pesquisa e relatórios. Foram realizadas também palestras e diversas tentativas de convencimento político. O presidente Lyndon Johnson assinou o Wild and Scenic Rivers Act, em 1968. Como citado acima, parte significativa do texto que embasou a lei foram de autoria dos irmãos Craighead.

A lei inicial federal fazia referência a oito rios e uma zona de proteção ao redor deles. De acordo com o texto, não poderia existir nem represas nem construções nessa área. Hoje, a lei foi melhorada e sua versão atualizada ainda está em vigor. Foram acrescentadas mais de 200 rios em 39 estados americanos e Porto Rico.

Conheça nas imagens a seguir o que essa atitude possibilitou aos ambientes fotografados.

 

foto-ampliada-842-m8

foto-ampliada-842-q9

foto-ampliada-842-t3

foto-ampliada-842-v7

foto-ampliada-842-wn

Fonte: National Geographic


Comentários