Anticoncepcional para homens é testado em macacos e é um sucesso!

Um gel contraceptivo para homens foi testado em macacos e se mostrou altamente eficaz e confiável, tornando-se um alternativa para a vasectomia reversível. Nos testes o gel obteve 100% de sucesso.

O produto, Vasalgel, foi primeiramente testado em coelhos e agora, com o sucesso do ensaio em macacos, os cientistas esperam que no futuro, o gel seja uma alternativa para a vasectomia. O estudo está publicado na revista Basic and Clinical Andrology.

O gel que não é tóxico e não-hormonal é injetado no vaso deferente, os tubos que transportam espermatozoides dos testículos para o pênis. O gel preenche as cavidades internas dos tubos e atua como uma barreira para o esperma. Testes anteriores em coelhos mostraram que o procedimento é facilmente reversível pela dissolução do gel usando ultra-som.

Como o gel funciona?

  1. Os espermas produzidos nos testículos são transportados através de um canal chamado vaso deferente
  2. O gel é injetado na parte interior do vaso deferente
  3. Ele preenche o interior criando uma barreira semi-impermeável que se acomoda nas pequenas dobras do interior do vaso
  4. Os espermas são muito grandes para atravessas a barreira, então eles morrem e consequentemente são absorvidos pelo corpo.
Funcionamento do gel.

Sem dúvidas o gel se mostra uma alternativa real à vasectomia, principalmente porque a pesquisa em coelhos demonstrou anteriormente que o processo é  reversível. A autora Catherine VandeVoort, do Centro de Pesquisa California National Primate, disse em uma declaração : “Embora seja possível reverter uma vasectomia, ou procedimento é tecnicamente desafiador e os pacientes muitas vezes têm taxas muito baixas de fertilidade após reversão. ”

Atualmente, existem duas opções para os contraceptivos masculinos: preservativos e vasectomias. Há, no entanto, muitas abordagens diferentes que estão sendo testadas, infelizmente, não há um grande  financiamento ou  urgência em desenvolver contraceptivos masculinos, pois os efeitos colaterais, como depressão, acne, e os desequilíbrios hormonais são  considerados demasiado altos – apesar que são efeitos colaterais aceitos em mulheres nos contraceptivos disponíveis e até mesmo prescritos pelos médicos.

Artigo originalmente postado em IFLSCIENCE.
Imagens: Science Photo Library e Parsemus Foundation.


Comentários